7.8 C
Castelo Branco
Terça-feira, Maio 24, 2022
No menu items!
InícioRegionalMutualista Covilhanense com candidatura ao PARES 3.0 aprovada

Mutualista Covilhanense com candidatura ao PARES 3.0 aprovada

A Mutualista Covilhanense vai avançar com uma requalificação de fundo no seu edifício-sede, localizado na Rua Capitão João de Almeida (Covilhã), com melhorias ao nível da eficiência energética e da comodidade, num investimento de meio milhão de euros que vai ser apoiado pelo PARES 3.0 – Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais.

O anúncio da aprovação da candidatura foi feito por Nelson Silva, presidente da direção, durante a última Assembleia Geral, no passado dia 31 de março, marcada também pela aprovação do Relatório de Atividades e Contas de 2021.

O projeto aprovado contempla intervenções em todo o edificado, bem como a reorganização interna de alguns espaços.

“Através do PARES 3.0 vamos concretizar a intervenção de fundo há muito ansiada, inclusive remodelar os quartos da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, dotando-os de maior conforto”, salienta Nelson Silva.

Esta empreitada vem dar continuidade a uma primeira obra lançada no último trimestre de 2021 e que incidiu no exterior do edifício, totalmente suportada pela associação, entretanto concluída.

Embora estruturalmente robusto, o edifício-sede – onde funcionam as respostas sociais de apoio à 3ª Idade, a Farmácia e o Centro Clínico – , é um imóvel antigo, que outrora foi uma fábrica têxtil, construído com soluções pouco eficientes.

A instituição está instalada neste edifício há cerca de 20 anos.

“Ao longo dos últimos anos temos vindo a realizar vários melhoramentos, sendo que esta é agora a oportunidade de realizarmos a intervenção mais ampla que o edifício necessita”, realça Nelson Silva.

Quanto ao Relatório e Contas do ano passado, foi aprovado por unanimidade.

Em 2021, a Mutualista Covilhanense conseguiu gerar proveitos superiores a 2,6 milhões de euros, fechando o ano com um resultado líquido na ordem dos 40 mil euros.

Para o presidente da direção,os resultados deixam a associação “mais preparada”para um 2022 cheio de projetos para a Mutualista eque, por outro lado, arrancou com grande instabilidade nos mercados e com aumento de preços – em consequência da guerra na Ucrânia.

Relativamente às atividades de 2021, estiveram em evidência o primeiro ano de funcionamento da Casa de Acolhimento de Crianças e Jovens Estrangeiros Não Acompanhadas (C/JENA), criada em dezembro de 2020, por onde já passaram 25 jovens, a abertura do Balcão do Migrante e o lançamento do novo Departamento de Inovação Social, com consequente reforço do número de projetos candidatados.

“Este Gabinete submeteu e trabalhou vários projetos em 2021, que juntos representam apoios superiores a 700 mil euros”, refere Nelson Silva, especificando que, para além do PARES 3.0, contam-se uma viatura elétrica aprovada no PRR – Mobilidade Verde Social, a nova resposta social de Apartamento de Autonomização (Segurança Social) e o próprio Balcão do Migrante, entre outros.

Em destaque estiveram também a criação da Unidade de Fibromialgia e de Síndrome de Sensibilidade Central e Dor Crónica, o alargamento da oferta do Centro Clínico, a continuidade do serviço gratuito da Farmácia de entrega de medicamentos ao domicílio (“Farmácia à sua Porta”), as novas parcerias estratégicas e a criação de mais benefícios e vantagens para os associados, como os que resultaram do protocolo celebrado com a Casa de Saúde S. Mateus – Hospital (Viseu), entre tantas outras iniciativas.

O ano de 2021 ficou ainda marcado pela obtenção da Certificação de Qualidade ISO 9001 por parte do Serviço de Apoio Domiciliário, único no distrito com este selo.

 

 

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: