15.5 C
Castelo Branco
Domingo, Maio 29, 2022
No menu items!
InícioCulturaAlunos do Conservatório de Proença-a-Nova e de Castelo Branco apresentaram Concerto de...

Alunos do Conservatório de Proença-a-Nova e de Castelo Branco apresentaram Concerto de Páscoa

Os alunos de Proença-a-Nova e de Castelo Branco do Conservatório Regional de Castelo Branco apresentaram o Concerto de Páscoa no dia 2 de abril, numa iniciativa que decorreu na Igreja Matriz de Proença-a-Nova que contou com a presença de muito público, incluindo familiares dos 51 jovens músicos.

Apesar do ensino especializado de música já existir há três anos letivos no Agrupamento de Escolas de Proença-a-Nova, este foi o primeiro concerto conjunto destes alunos. De acordo com João Pedro Delgado, da direção pedagógica do Conservatório, a pandemia impediu a realização de apresentações públicas: “este concerto foi o momento em que os alunos de Proença-a-Nova se apresentaram em conjunto com os seus colegas de Castelo Branco – os professores e alunos trabalharam os mesmos programas e as mesmas músicas para que pudessem apresentar-se em conjunto num trabalho coletivo entre as duas partes do Conservatório”, referiu.

Em Proença-a-Nova, os dez alunos que frequentam este ensino artístico têm a possibilidade de aprender a tocar violoncelo, violino, viola de arco e clarinete.

“Pensamos, em conjunto com o Agrupamento de Escolas e a Câmara Municipal, a quem também se deve esta dinâmica, tentar expandir um pouco alguns instrumentos que, muitas vezes, os alunos procuram como a guitarra e o acordeão, mas no Conservatório tentamos não focar nos instrumentos de maior visibilidade social e tentamos promover a diversidade instrumental porque é isso que torna as coisas interessantes e é isso que faz com que sigam os seus próprios caminhos”, acrescenta João Pedro Delgado.

Os alunos de Proença-a-Nova já têm agendada a próxima apresentação pública: será no dia 17 de maio, pelas 18h30, no auditório municipal, numa audição pública em que vão mostrar o resultado do trabalho desenvolvido ao longo destes três anos.

“A carga horária destes alunos é superior à dos colegas: quando acabam as aulas têm de ficar no agrupamento a ter as disciplinas do conservatório e chegam a casa muito mais tarde”, reconhece João Pedro Delgado.

Ao esforço dos alunos e dos seus pais junta-se o esforço dos professores, que se deslocam de Castelo Branco para dar as aulas, e também o contributo da Câmara Municipal que financia este estudo especializado que, por ter aulas individuais de instrumento – para além das aulas conjuntas –, é muito caro.

“É um esforço comunitário muito grande e o resultado tem que ser também para a comunidade”, conclui João Pedro Delgado.

 

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: