11.1 C
Castelo Branco
Terça-feira, Maio 24, 2022
No menu items!
InícioRegionalUnidade Móvel de Saúde realizou 52 rastreios à diabetes no Agrupamento de...

Unidade Móvel de Saúde realizou 52 rastreios à diabetes no Agrupamento de Escolas de Proença-a-Nova

Na celebração do dia Mundial da Saúde (7 de abril),os alunos do 10º A da Escola Básica e Secundária Pedro da Fonseca convidaram a Unidade Móvel de Saúde do Município de Proença-a-Nova, para a realização de rastreios à Diabetes, no âmbito da iniciativa “Vida doce sem açúcar”.

Durante a manhã, Carlos Dias, técnico de Diagnóstico e Terapêutica, esteve reunido com alunos desta turma na sala GD Bloco F da Escola Básica e Secundária Pedro da Fonseca, tendo sido realizados no total 52 rastreios.

Nesta iniciativa, direcionada para professores e funcionários, os participantes tinham direito uma experiência gratuita na qual poderiam medir os níveis de glicémia, tensão arterial, perímetro de cintura, peso e cálculo de índice de massa corporal.

Na parte da tarde, na mesma sala do Bloco F, houve espaço para que todos os alunos das turmas do 9ºA e 9ºB, participassem num curso de Suporte Básico de Vida, com demonstrações práticas de como agir em situações de socorro, nas quais os jovens foram solicitados a participar ativamente.

As sessões mostraram-se dinâmicas, com os jovens a interromperem para expor algumas questões.

Ambas as turmas chegaram a esta demonstração prática depois de terem sido já confrontadas com outras aulas teóricas.

Carlos Dias, técnico responsável pela Unidade Móvel de Saúde, aponta: «uma vez que a diabetes é cada vez mais uma das doenças mais prevalentes das sociedades modernas, devido a hábitos de vida e alimentação pouco saudáveis, faz todo o sentido este tipo de atividade com jovens adolescentes, como foi o caso. Ao influenciarmos positivamente os jovens vamos conseguir que as gerações vindouras consigam reverter os números preocupantes de incidência de Diabetes, ainda mais porque a iniciativa de realização da atividade partiu deles mesmos».

No que concerne ao Suporte Básico de Vida (SBV), Carlos Dias refere que a iniciativa partiu dos docentes de Ciências Naturais, uma vez que esta temática é parte integrante dos alunos do 9º ano de escolaridade.

«O tema gerou muito interesse por parte dos alunos, sendo que, e segundo me pareceu, alguns descobriram mesmo o que queriam ser quando forem ‘grandes’», referiu.

Os rastreios, conselhos / dicas de alimentação e vida saudáveis é já o foco e ação central da UMS no decorrer dos últimos anos.

Carlos Dias afirma ainda que «toda a população devia ter conhecimentos básicos de SBV», abrindo a porta da UMS para novas e possíveis colaborações com qualquer Escola ou Instituição.

 

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: