9.8 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Dezembro 7, 2022
No menu items!
InícioNacionalCIMBB integra projeto ibérico para gestão de riscos em situação de emergência

CIMBB integra projeto ibérico para gestão de riscos em situação de emergência

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Beira Baixa integra o projeto europeu “Elementos Vulneráveis na Espanha e Portugal e Avaliação de Risco” (VESPRA), cujo objetivo principal é melhorar os mecanismos de gestão de risco em áreas transfronteiriças em situações de emergência.

O projeto é coordenado pela empresa espanhola Meteogrid e tem como parceiros a INFOEX (Plano de Luta contra os Incêndios Florestais de Extremadura) da e da Universitat Politècnica de Cataluña (UPC), na Espanha.

Para além do CIMBB, integram o VESPRA em Portugal, a Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial da Universidade de Coimbra e a Universidade de Aveiro.

Um dos propósitos do projeto é o desenvolvimento de uma ferramenta para analisar e avaliar a vulnerabilidade de elementos, localizados em regiões transfronteiriças, relativamente aos riscos selecionados, nomeadamente: incêndios florestais; inundações; dispersão de nuvens de poluentes industriais e nucleares e eventos climáticos severos. Esta ferramenta será posteriormente disponibilizada na plataforma de acesso livre que permite que as atividades de prevenção e resposta que o tipo de eventos sejam realizados de forma integrada e harmonizada pelas diferentes entidades e, eventualmente, replicado em diferentes países.

A primeira oficina do projeto VESPRA, decorreu no dia 27 de abril com a presença de diversos agentes de Proteção Civil dos dois países, no auditório do Centro de Ciência Viva da Floresta, em Proença-a-Nova.

Neste encontro foram apresentados e discutidos como versões preliminares da ferramenta e plataforma, demonstrando a sua aplicação para as áreas abrangidas pela CIM da Beira Baixa e pela Região Autónoma da Extremadura espanhola.

“O projeto nasceu para tentar melhorar a gestão de riscos, desde desastres nucleares e industriais a incêndios e fenómen meteorológicos extremos e os beneficiários são os responsáveis de proteção civil portugueses e espanhóis e todos os habitantes das zonas de influência do projeto, que irão beneficiar do mesmo”, afirmou o seu coordenador, Jaime Ribalaygua.

João Lobo, presidente do CIMBB, realçou a importância do projeto piloto para o território: “As fronteiras não existem para o perigo. É preciso que haja articulação entre as partes portuguesas e espanholas relativamente ao objetivo essencial deste programa e da plataforma, a salvaguarda da segurança das pessoas e dos seus bens. É verdade que este projeto tem essa relação de Espanha com o território da CIMBB. Mas, o objetivo passa por ter uma aplicabilidade mais ampla e poder chegar a outros países e regiões”.

Com um valor total de investimento de cerca de 783 mil euros, resultante de uma candidatura ao Mecanismo Europeu de Proteção Civil da União Europeia (UE) que financia projetos para avaliação e análise de riscos transfronteiriços, o VESPRA tem uma duração de 24 meses.

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: