21.7 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Maio 25, 2022
No menu items!
InícioNacionalProdutos sertaginenses novamente distinguidos em Concursos Nacionais

Produtos sertaginenses novamente distinguidos em Concursos Nacionais

Os Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim, os enchidos, o Bucho e o Maranho da Sertã foram novamente distinguidos com diversas medalhas nos concursos nacionais promovidos ao longo do primeiro quadrimestre do ano pelo CNEMA (Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas) e pela Qualifica/oriGin Portugal.

A participação nestes concursos nacionais contou com o apoio do Município da Sertã e da APROSER na elaboração de algumas candidaturas.

No 12.º Concurso Nacional de Ensacados Tradicionais Portugueses, o Maranho da Sertã produzido pela Casel Lda/Dom Casel Talhos arrecadou a Medalha de Ouro e a distinção “Melhor dos Melhores”.

O Bucho da Sertã obteve duas Medalhas de Ouro, atribuídas à Carnes Simões, Lda e à Casel Lda/Dom Casel Talhos.

Também o Paio do Lombo da Sertã produzido pela Carnes Simões, Lda conquistou a Medalha de Ouro.

No que diz respeito ao 12.º Concurso Nacional de Enchidos Tradicionais Portugueses a Morcela da Sertã produzida pela Casel Lda/Dom Casel Talhos conquistou a Medalha de Ouro.

Neste mesmo concurso, a Morcela Doce da Sertã produzida pela Carnes Simões, Lda obteve a Medalha de Prata.

Por fim, o 11.º Concurso Nacional de Doçaria Conventual Tradicional Portuguesa atribuiu a Medalha de Ouro aos Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim, produzidos pela Pastelaria império – Gapo & Oliveira Lda.

Carlos Alberto de Miranda, Presidente da Câmara Municipal da Sertã, regozija-se pelas medalhas atribuídas: “Constituem mais uma prova da elevada qualidade e distinção dos produtos endógenos sertaginenses. Felicito os produtores por todo o trabalho desenvolvido ao longo dos anos, que se materializa no reconhecimento e nas distinções obtidas, alavancando a promoção do concelho da Sertã através dos seu produtos.”

Apurar os sabores típicos e mais genuínos do país, respeitando os modos de produção e preparação dos costumes dos antepassados e promover a prática continuada do uso dos ingredientes autênticos da gastronomia tradicional portuguesa, são os objectivos dos referidos concursos.

Recorde-se que para serem considerados Prémios “Medalha de Ouro” os produtos são avaliados em contexto de prova cega e a sua pontuação máxima final tem de ser superior a 80%, numa rigorosa prova sensorial, realizada no CNEMA por júris com experiência em cada área/categoria.

As provas decorreram no âmbito da Feira Nacional de Agricultura / Feira do Ribatejo e do Salão Prazer de Provar (Concursos Nacionais de Produtos Tradicionais Portugueses e Concurso Nacional de Inovação com Tradição), o CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (Concurso Nacional de Azeites de Portugal) e a FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal (Concurso Nacional de Mel).

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: