30.6 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Julho 7, 2022
No menu items!
InícioRegionalMuseu Machado de Castro quer financiamento para construir auditório

Museu Machado de Castro quer financiamento para construir auditório

A diretora do Museu Nacional Machado de Castro (MNMC) defendeu hoje a necessidade de se avançar com a construção de um auditório na Igreja de São João de Almedina, que faz parte daquele complexo museológico de Coimbra.

Durante a visita do ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, ao MNMC, a diretora do museu, Lurdes Craveiro, aproveitou para alertar para os problemas estruturais da Igreja de São João de Almedina, onde há “muita caliça a cair”, infiltrações e problemas com a cobertura daquele monumento.

“Foi uma igreja extremamente importante, com um sentido patrimonial muito relevante e queríamos conseguir exercer aqui atividades relevantes para o museu e também para a cidade. Temos pedidos para acolher eventos e não temos espaço. É uma situação que nos aflige muito”, disse a responsável, realçando o mau estado de conservação da igreja, que neste momento serve de reserva a algumas peças do MNMC.

Depois de Lurdes Craveiro recordar que o diretor-geral do Património Cultural tinha prometido “que não se esquecia” daquela intervenção, João Carlos dos Santos, também presente na visita, notou que este é o projeto que tem em mãos “com mais maturidade”.

“Está feito e revisto. Só falta mesmo termos uma vaga ao PT2030 [quadro comunitário] e iremos concretizar isso”, disse o diretor-geral do Património Cultural.

Aos jornalistas, a diretora do MNMC explicou que o projeto “está completamente pronto há cerca de um ano”.

A intervenção, que prevê a criação de um auditório na igreja com capacidade para 180 a 200 pessoas, terá um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros, referiu.

“Perdemos o PT2020 e temos expectativas que possa avançar no próximo programa de apoio”, acrescentou.

O ministro da Cultura realçou que o projeto está identificado e que “haverá oportunidade, certamente, no PT2030”.

“Não há garantia porque ainda não há garantias do que será a programação seguinte, mas está identificado, está avançado e, quando chegar a altura da definição de prioridades, há todas as condições para que isso aconteça”, aclarou.

No dia em que se assinala o Dia Internacional do Museu, Pedro Adão e Silva visita vários espaços no distrito de Coimbra.

*LUSA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: