9 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Junho 27, 2022
No menu items!
InícioNacionalInvestigadores da Universidade de Coimbra conquistam prémio para fomentar a cooperação entre...

Investigadores da Universidade de Coimbra conquistam prémio para fomentar a cooperação entre Portugal e França na investigação

Mariette Pereira, investigadora do Centro de Química de Coimbra (CQC/UC), e Nuno Raimundo, investigador do Instituto Multidisciplinar do Envelhecimento (MIA Portugal), conquistaram, em conjunto com os seus parceiros científicos franceses, a distinção Prix Tremplin Mariano Gago.

Prix Tremplin Mariano Gago vai distribuir 84 mil euros pelos quatro pares científicos franco-portugueses.

Duas das quatro duplas premiadas contam com a participação de investigadores da Universidade de Coimbra.

O prémio foi lançado com o objetivo de destacar e reforçar a cooperação bilateral em investigações já em curso de equipas de França e de Portugal, promovendo a continuação e a ampliação do trabalho de investigação conjunto.

Nuno Raimundo

A investigadora Mariette Pereira, em parceria com Éva Jakab Tóth, do Centre de Biophysique Moléculaire, coordena o projeto “Agentes de contraste específicos para visualização de biomarcadores por imagiologia de ressonância magnética”.

O estudo visa o design e desenvolvimento de novos agentes de contraste para melhoramento da técnica de imagiologia de ressonância magnética, permitindo uma deteção precoce de tumores, doenças neurológicas e inflamatórias.

O investigador Nuno Raimundo coordena, com Thierry Galli, do Institut de Psychiatrie et Neurosciences de Paris, o projeto “Secretomic fingerprint as Parkinson’s disease early biomarker”, que utiliza componentes secretados pelos neurónios dopaminérgicos como biomarcadores para a fase pré-sintomática da doença de Parkinson.

A fase pré-sintomática representa uma janela temporal para intervenções que visem parar o processo neurodegenerativo antes de ocorrerem danos irreversíveis no cérebro, sendo importante identificar biomarcadores nesta fase.

Os projetos vencedores foram selecionados por um júri coordenado pelo Ministério do Ensino Superior, Investigação e Inovação de França, pela Academia Francesa de Ciências e pela Academia de Ciências de Lisboa.

Os cientistas portugueses e franceses que avaliaram as propostas tiveram em conta critérios como a qualidade dos resultados preliminares da colaboração, a excelência científica dos projetos, a qualidade e complementaridade dos laboratórios envolvidos ou as perspetivas para novas colaborações.

Prix Tremplin Mariano Gago foi atribuído pelo Ministério do Ensino Superior, Investigação e Inovação francês e pela Academia Francesa de Ciências. Conta também com o apoio do Ministério da Europa e dos Negócios Estrangeiros francês, do Ministério da Cultura francês, do Instituto Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e do Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais português.

A iniciativa decorre no âmbito da Temporada Portugal-França 2022, que acontece até 31 de outubro e que pretende ser uma oportunidade para realçar a proximidade entre Portugal e França em diversas áreas, nomeadamente na investigação.

A cerimónia de entrega dos galardões vai ter lugar no dia 21 de junho de 2022, na Academia Francesa de Ciências.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: