11.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Junho 29, 2022
No menu items!
InícioRegionalCastelo Branco recebeu palestra “O Mês de Maio: das Cantigas de Santa...

Castelo Branco recebeu palestra “O Mês de Maio: das Cantigas de Santa Maria”

Presidida pelo Leopoldo Rodrigues, Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco e pelo Presidente da Cooperativa Pinacoteca, José Barata de Castilho, decorreu no passado dia 21 de Maio, no Palácio dos Cardosos, a anunciada palestra, proferida pelo poeta António Salvado, com o título de “O Mês de Maio: das “Cantigas de Santa Maria” de Afonso X, o Sábio, ao Culto Mariano da Poesia Europeia dos primeiros Séculos do Cristianismo e na Poesia Portuguesa até aos nossos dias”.

Começou o poeta por salientar que Afonso X, Rei de Leão e Castela se refere, em algumas das suas composições, ao mês de Maio, como mês da Virgem Maria, evidenciando ainda as palavras do Rei Sábio quando este lamenta que os poetas seus contemporâneos nenhum louvor tecem a Nossa Senhora.

Cingindo-se, porém, ao esquema determinado e apoiado pela leitura de alguns poetas (alguns anónimos) que vão do Século II ao Século XIV, António Salvado reflectiu sobre o valor estético e a expressividade emocional daqueles poemas, traçando-lhes a originalidade no que diz respeito à abordagem da vida da Virgem Maria.

História, em seguida, a coordenada poética relativa ao culto mariano na poesia portuguesa, começou por se materializar na língua galaico-portuguesa (a qual até poetas castelhanos utilizaram) dos Séculos XII, XIII e XIV, adquirindo forma definitiva no Século XIV.

Salientando o facto de nos três cancioneiros trovadores não existirem poemas de teor mariano (realidade que Afonso X, o Sábio e que se exprimiu em galaico-português), já apontara, tonificou António Salvado nomes e características na poesia dos Séculos XV, XVI. XVII, XVIII, XIX e XX, apoiada na sua dissertação pela leitura de poesia de Afonso X, Mestre André Dias, Gil Vicente, Camões, Bocage, Almeida Garrett, Antero de Quental, António Nobre, José Régio, entre outros.

Emprestam a sua voz à leitura de poemas de Maria de Lurdes Gouveia Barata, Maria de Lurdes Gonçalves Riscado, Maria Constância Valente e Manuel Costa Alves.

Após a palestra ouviu-se cantar Antónia Carvalho.

Seguiu-se um pré-lançamento do livro de José Barata Castilho “Regresso Fugaz, Grande Comédia”.

O Professor Catedrático José Barata de Castilho, que é autor de livros científicos relacionados com a ciência economia, romances e genealogia.

O evento da tarde de 21 de Maio, terminou com uma visita guiada por José Barata de Castilho ao Palácio dos Cardosos, onde também está uma colecção de pintura da autoria de Barata de Castilho e outros célebres pintores.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: