13.1 C
Castelo Branco
Sábado, Junho 25, 2022
No menu items!
InícioCulturaTransmissão do vídeo com poesia de Camões a partir de antologia de...

Transmissão do vídeo com poesia de Camões a partir de antologia de Gonçalo Salvado com desenhos de Francisco Simões adiada para 17 de julho

A transmissão do vídeo produzido e editado pela Livraria Sá da Costa em colaboração com a editora Lumen, a partir do conteúdo da antologia organizada pelo poeta Gonçalo Salvado, com desenhos do escultor Francisco Simões e apresentação de Maria João Fernandes:Com Vinho e Rosas – O amor o vinho e as rosas na poesia de Luís Vaz de Camões – Homenagem aos 450 anos da Ilha dos Amores” com estreia prevista para 17 de junho, via internet, na rede social facebook, na página de partilha de poesia: Quem Lê Sophia de Mello Breyner coordenada por Lília Tavares e Carlos Campos, foi afinada para o dia 17 de julho de 2022, mesma página nessa página.

Problemas com o estado de saúde do escultor Francisco Simões, um dos intervenientes do vídeo, impossibilitaram a conclusão das filmagens, o que só foi possível agora, com suas melhoras.

A antologia foi concebida para celebrar os 450 anos da “Ilha dos Amores”, criação de Camões incluída nas Lusíadas e teve o seu lançamento na Livraria Sá da Costa, ao Chiado, em Lisboa, no dia 10 de junho, dia que celebra o Poeta.

O livro publicado pela Editora Lumen, em parceria com a Livraria Sá da Costa, de Lisboa, e a Quinta dos Termos, insere-se na coleção Poesia Pintura e Vinho dirigida por Gonçalo Salvado, cujo editor é Ricardo Paulouro.

A obra reproduz no título um verso (adaptado) de Camões da estrofe 41 do canto IX, de Os Lusíadas, onde se encontra o célebre episódio da Ilha dos Amores: “Ali, com mil refrescos e manjares/ Com vinhos odoríferos e rosas (…) Os esperam como Ninfas amorosas, D’ amor feridas, pera lhe entregarem/ Quanto os olhos cobiçarem.”

A antologia reúne uma seleção das referências ao vinho e às rosas na poesia e na dramaturgia de Camões e reproduz na capa um retrato do nosso maior poeta lírico, pelo escultor Francisco Simões, escultor do amor, igualmente autor de um conjunto escultórico intitulado “Ilha dos Amores e Ninfas” que se encontra no espaço arquitetónico do Parque dos Poetas, em Oeiras, e que evocam as figuras e o espaço descritos por Luís de Camões no episódio da Ilha dos Amores.

Fotos que registam alguns aspetos desse conjunto escultórico ilustram o interior do livro, juntamente com dois desenhos de nu feminino do mesmo artista.

O presente vídeo, com realização e autoria do fotógrafo Henrique Calvet, reproduz uma gravação com a leitura de excertos da poesia de Luís de Camões presente no livro, ditos por Francisco Simões, Gonçalo Salvado e Maria Paula Mendes.

Como as filmagens foram efetuadas junto ao conjunto escultórico já referido “Ilha dos Amores e Ninfas”, no Parque dos Poetas, em Oeiras, na Livraria Sá da Costa, em Lisboa e no ateliê de Francisco Simões, no Funchal, cidade onde o artista reside.

Lembremos que segundo David Mourão-Ferreira, o episódio da Ilha dos Amores, que esta atologia diz ser uma tologia, “pela extrema e clara erotização dos seus componentes não se encontram paralelamente em toda a lírica amorosa de Camões” (A Ilha dos Amores e o Lirismo Erótico de Camões, 1980).

A sua leitura era censurada no tempo do anterior regime, atendendo precisamente à sua vertente erótica.

 

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: