22.5 C
Castelo Branco
Terça-feira, Agosto 16, 2022
No menu items!
InícioNacional2.º Ciclo em Biotecnologia acreditado por seis anos

2.º Ciclo em Biotecnologia acreditado por seis anos

A área da Biotecnologia da Universidade da Beira Interior (UBI) saiu reforçada com a acreditação por seis anos, o máximo previsto por lei, do curso de Mestrado.

A decisão da A3ES – Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior é sinónimo da relevância desta formação no contexto nacional e internacional.

A acreditação mostra “o reconhecimento da qualidade do Ciclo de Estudos, que poderá aumentar a atratividade e captação de estudantes altamente motivados a nível nacional e internacional”, segundo explica Fernanda Domingues, diretora do curso que integra o Departamento de Química, da Faculdade de Ciências.

O relatório que sustenta a aprovação da A3ES elogia a excelente equipa de coordenação, o corpo docente (excelente mérito científico, qualificação em diversas áreas científicas do mestrado e enquadrados em centros de investigação de prestígio reconhecido).

Aponta ainda os laboratórios bem equipados, o reconhecimento positivo dos diplomados no mercado de trabalho por empregadores nacionais e internacionais, que os consideram bem preparados e com ótimas competências organizacionais.

“A A3ES destaca ainda a grande satisfação por parte dos alunos quanto ao Mestrado em Biotecnologia, reconhecendo a relevância do curso, assim como a qualidade da formação e as excelentes oportunidades de desenvolvimento de carreira”, refere a diretora do curso.

A abrangência da formação permite aos Mestres saídas profissionais diversificadas, tanto industriais como de serviços, desde as indústrias farmacêutica, agroalimentar ou área ambiental, abrangendo as áreas de investigação e desenvolvimento tecnológico, produção, controlo de qualidade, regulamentação, transferência de tecnologia, serviços comerciais e gestão, quer a nível nacional como internacional.

“Alguns dos diplomados prosseguem para o 3º Ciclo na UBI ou em outras instituições. A está maioria está integrada no mercado de trabalho”, afirma a docente.

A acreditação do Mestrado, que integra a oferta formativa da Faculdade de Ciências (Departamento de Química), representa a continuidade da aposta da UBI numa das áreas de grande foco de desenvolvimento, investimento e investigação ao nível global.

Segundo Fernanda Domingues, “há um crescimento significativo das áreas biotecnológicas e a formação dos estudantes nesta vertente vai permitir a sua integração e reforço do mercado de trabalho e a valorização desta área, que poderá contribuir para a inovação e desenvolvimento da indústria local, nacional e internacional”.

O mestrado tem como objetivo fornecer uma formação avançada, multidisciplinar e integrada, com destaque para tópicos mais relevantes da área e uma visão atual das suas diversas aplicações, contribuindo, assim, para o progresso da Biotecnologia de inovação.

A estrutura curricular permite a aquisição de competências técnicas, práticas avançadas e de investigação e competências transversais, tais como o desenvolvimento do espírito empreendedor; capacidade de utilizar sistemas e ferramentas informáticas e análise estatística na recolha e processamento de dados.

“Com o objetivo de contribuir para a aplicação prática dos novos conhecimentos produzidos pela investigação básica e transferência de soluções para a indústria, a estrutura curricular tem sido adaptada no sentido de uma maior aproximação ao tecido empresarial, quer através do estabelecimento de parcerias com diversas empresas quer através de realização de estágios”, segundo a responsável pelo curso, acrescentando que a inserção da Unidade Curricular “Soluções Biotecnológicas para a Indústria” facilitará posteriormente a inserção dos estudantes em estágios nas empresas durante o 2º ano e dos futuros graduados no mercado de trabalho especializado na área da Biotecnologia”.

 

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: