22.5 C
Castelo Branco
Terça-feira, Agosto 16, 2022
No menu items!
InícioRegionalConstruir robôs móveis inteligentes: Ciência Viva no Laboratório de Robótica do IPCB

Construir robôs móveis inteligentes: Ciência Viva no Laboratório de Robótica do IPCB

O Laboratório de Robótica e Equipamentos Inteligentes do IPCB realizou a 16.ª edição do estágio “Construir Robôs Inteligentes”, iniciativa com o apoio da Ciência Viva, no âmbito do programa “Ocupação Científica de Jovens nas Férias – Ciência Viva no Laboratório”.

Participaram no estágio alunos do 9º ao 12º ano de escolas secundárias de Castelo Branco, Coimbra, Gondomar e Santa Comba Dão, que rapidamente esgotaram todas as vagas disponíveis.

O objetivo do estágio é introduzir a robótica aos alunos do ensino secundário, abordando de forma integrada conceitos de mecânica, eletrónica e programação, necessários ao desenvolvimento de robôs.

Os participantes desenharam várias peças do robô e assistiram ao seu corte a laser, nas oficinas da Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB.

Construíram depois os robôs móveis inteligentes, capazes de se mover de forma autónoma (desviando-se de obstáculos) e, quando necessário, comandados remotamente por telemóvel.

Tanto os programas para o robô como para o telemóvel foram desenvolvidos pelos alunos, com a devida orientação de Paulo Gonçalves, docente da ESTCB-IPCB, e do Mestre Rodrigo Bernardo, que desenvolve a sua tese de doutoramento em Engenharia Mecânica (Instituto Superior Técnico) no laboratório de Robótica do IPCB.

A semana teve início com os estagiários a desenhar o robô que gostariam de construir, agrupados em grupos de 2 pessoas.

Passaram depois a desenhar a peça principal da estrutura, para ser cortada a laser.

Depois de terem todas as peças, montarem os diversos componentes mecânicos e eletrónicos.

Após construída a plataforma robótica, passaram aos testes dos sensores e atuadores, e logo de seguida à programação do robô.

Nesta fase, programaram o robô utilizando o Arduino, uma experiência nova para quase todos.

Outra experiência foi programar o seu smartphone, para telecomandar remotamente o robô construído.

No final da semana, todos os robôs funcionavam conforme o pretendido, movimentando-se no laboratório de forma autónoma e/ou telecomandados.

Foram construídos robôs móveis com duas rodas, com quatro rodas e até com seis rodas.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: