16.3 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 6, 2022
No menu items!
InícioDesportoPortugal celebra oito vitórias no início do Campeonato do Mundo Individual de...

Portugal celebra oito vitórias no início do Campeonato do Mundo Individual de Veteranos

Quatro triunfos em singulares e quatro em pares mistos

A comitiva portuguesa, composta por 49 jogadores, celebrou este sábado as primeiras vitórias no Campeonato do Mundo Individual de Veteranos, torneio que a Federação Portuguesa de Ténis e a Federação Internacional de Ténis organizam um dia depois de terem concluído com sucesso o Mundial de Equipas.

Os primeiros triunfos foram assinados no quadro de singulares masculinos de +45, com Marcos Santos a derrotar o irlandês David King (2-6, 6-4 e 6-1), Nuno Ribeiro a vencer o britânico Nick Bond (6-1 e 6-2) e Luís Sousa Pinto a triunfar perante o britânico Hafeez Hameed (6-2 e 6-2), que defendia o estatuto de 18.º cabeça de série.

As estreias com notas positivas apuraram o trio luso para a segunda ronda de um quadro com 128 jogadores, no qual Guilherme Caldeira, Frederico Fauvelet, Pedro Vitorino, Vasco Graça, Nuno Delfino, João Marques e Francisco Leitão não conseguiram seguir em frente.

Depois, Bento Queiroz tornou-se no primeiro português a seguir em frente no quadro masculino de +35, com uma vitória categórica (6-3 e 6-0) perante o britânico Joe Cooper.

Esta competição tem como primeiro cabeça de série Fred Gil, vice-campeão mundial em 2021 que devido a esse estatuto ficou isento da primeira eliminatória e só irá a jogo no domingo.

Mas houve mais representantes nacionais em ação: Miguel Bastos, Martim Ramos e Hugo Matos foram travados na eliminatória inaugural, cenário semelhante ao de Pedro Semião, Hugo Amaral, Luís André Pinho e Eduardo Pais no quadro masculino de +40.

Nuno Ribeiro

A parte da tarde foi dedicada à variante de pares mistos, na qual houve quatro vitórias com protagonistas portugueses.

No escalão de +35, Rita Freitas e Fred Gil fizeram jus ao estatuto de primeiros cabeças de série e levaram a melhor sobre a neerlandesa Regina Balcune e o brasileiro Felipe Souza, por 6-0 e 6-3, para carimbarem o apuramento para os quartos de final.

No mesmo escalão, Miguel Bastos e a húngara Edina Kertesi perderam por 6-0 e 6-1 com os sul-africanos Alexandra Dreyer e Leonard Perry.

O quadro de +45 foi aquele que originou mais vitórias portuguesas: Sofia Prazeres e Luís Sousa Pinto aplicaram os parciais de 6-4 e 6-4 à australiana Angela Lawrence-Hendy e o norte-americano Ryan Pang, nonos cabeças de série; Paula Martins e Pedro Vitorino triunfaram por 6-4 e 6-2 contra os brasileiros Francine Sant Anna e Lucas Clemente Diaz; e João Freitas venceu por 4-6, 6-2 e 12-10 ao lado da mexicana Sara Raquel Montemayor, contra Inga Kai Polonsi e Markko Sojonen, da Estónia.

As duplas compostas por Sandra Valente/Vasco Graça, Dominika Gorecka/Guilherme Caldeira, Isabel Pinto/Nuno Delfino, Célia Sá/Frederico Fauvelet não conseguiram seguir em frente.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: