16.3 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 6, 2022
No menu items!
InícioDesportoRita Freitas conquista título de singulares no Campeonato do Mundo Individual de...

Rita Freitas conquista título de singulares no Campeonato do Mundo Individual de Veteranos

  • Gonçalo Falcão campeão de pares e pares mistos +30
  • Freitas e Gil derrotados na final de pares mistos +35

Rita Freitas sagrou-se, na última sexta-feira, campeã mundial de singulares femininos no escalão +35, um título que inaugurou uma jornada de festa para os núcleos nacionais no Campeonato do Mundo Individual de Veteranos que a Federação de Ténis e a Federação Internacional de Ténis organizam no Complexo de Ténis do Jamor, em Oeiras até, 13 de agosto.

A disputa pela primeira vez pela competição individual, depois de contribuir para as medalhas de bronze de Portugal no torneio de equipas em 2021 e 2022, Rita Freitas foi até o fim e só parou com o troféu de campeã nas mãos.

Mas para isso precisou de batalhar durante quase quatro horas frente à detentora do título, a alemã Steffi Bachofer, que acabou por derrotar com os parciais de 6-4, 6-7(2) e 6-2 após uma final emocionante.

Rita Freitas e Fred Gil

Se Bachofer não conseguiu colocar a medalha de ouro ao peito, mais felizes foram os compatriotas Natali Gumbrecht e Manon Kruse: a primeira sagrou-se campeã de singulares femininos +30, a segunda de singulares femininos +40.

O título conseguido por Rita Freitas foi o primeiro de um português em quadros de singulares na história dos mundiais de veteranos, mas pode não ser o único: no sábado, Gonçalo Falcão (em +30), às 10h, e Fred Gil (em +35), às 10h30, vai disputar as finais de singulares masculinos de seus escalões.

Mas nesta sexta-feira ainda houve tempo para Portugal celebrar a conquista de mais duas medalhas de ouro, ambas na variante de pares e com Gonçalo Falcão como um dos destinatários.

Primeiro, o português de 34 anos sagrou-se campeão mundial de pares masculinos +30 com o alemão Tony Holzinger, ao lado do qual derrotou Ivan Korol e Alexander Tolkachev por 7-6(6) e 6-2.

Depois, Falcão adicionou um segundo título ao palmarés ao vencer em pares mistos +30 com a norte-americana Mariana Correa, graças aos parciais de 6-3 e 6-4 perante a alemã Natali Gumbrecht e o húngaro Gergely Wacha.

A fechar o dia, Rita Freitas e Fred Gil sagraram-se vice-campeões mundiais de pares mistos no escalão de +35.

Os dois portugueses perderam por 7-5 e 6-2 com os alemães Steffi Bachofer e Tony Holzinger.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: