Numa nota divulgada no ‘site’, a DGS aconselha igualmente a procura de ambientes afrescos e arejados, ou climatizados.

O uso de roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, de chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção ultravioleta são outras das medidas de proteção adicionais recomendadas.

A DGS aconselha ainda a população a evitar “atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente desportivas e de lazer no exterior”.

Recomendo igualmente que se escolha as horas de menor calor para viajar de carro e pede “atenção especial” aos grupos mais vulneráveis ao calor, como crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior, praticantes de atividade física e pessoas isoladas.

Segundo a autoridade de saúde, os doentes crónicos ou sujeitos a medicação e/ou dietas específicas “devem seguir como recomendações do médico assistente ou do centro de contacto SNS 24: 808 24 24 24 24”.