23.9 C
Castelo Branco
Sábado, Setembro 24, 2022
No menu items!
InícioInternacionalImprensa Nacional-Casa da Moeda de Portugal doa 7.696 livros a Cabo Verde

Imprensa Nacional-Casa da Moeda de Portugal doa 7.696 livros a Cabo Verde

A Imprensa Nacional-Casa da Moeda portuguesa ofereceu hoje 7.696 livros ao Instituto da Biblioteca Nacional de Cabo Verde para ajudar a promover a leitura e o conhecimento no arquipélago africano.

Os livros fazem parte do acervo bibliográfico da Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM) e foram cedidos pelo Camões — Instituto da Cooperação e da Língua ao Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas cabo-verdiano, através do Instituto da Biblioteca Nacional daquele país.

Para a curadora da Biblioteca Nacional de Cabo Verde, Matilde Santos, trata-se de um “acervo extraordinário”, não só pela quantidade, mas também de “elevado valor” ao nível da qualidade.

“Tem obras de grandes vultos da literatura portuguesa, como Almeida Garret, Fernando Pessoa, Eça de Queirós, ou seja, um cômputo de autores extraordinários que, decerto, enriquecerá não só os acervos da Biblioteca Nacional de Cabo Verde, mas também as bibliotecas escolares, desde as bibliotecas dos agrupamentos às bibliotecas das universidades e também as bibliotecas comunitárias e municipais”, indicou a responsável durante a entrega do donativo.

A presidente do Instituto da Biblioteca Nacional de Cabo Verde disse que o donativo vai permitir renovar e atualizar o acervo já de mais de 60 mil títulos, e promover a leitura, o conhecimento e a língua portuguesa no arquipélago.

A adida para a Cooperação Portuguesa, Odete Ferreira Serra, avançou que esta iniciativa e interesse no protocolo se inscreve numa prioridade maior da cooperação portuguesa na área da educação que tem como prioridade a promoção da leitura.

“É também, por isso, que temos outros projetos, nomeadamente, a participação no plano nacional de leitura, a instalação de projetos das bibliotecas escolares e do projeto nacional da rede de bibliotecas escolares de Cabo Verde”, enumerou a fonte diplomática.

Em novembro de 2028, a INCM de Portugal anunciou a oferta de 26 mil livros às bibliotecas de Cabo Verde, conforme um protocolo assinado durante a Festa do Livro — Morabeza, que decorreu em outubro do mesmo ano na ilha de São Vicente.

*LUSA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: