19.4 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 6, 2022
No menu items!
InícioTecnologiaDicas SPC para tirar o máximo proveito da ROM do smartphone e...

Dicas SPC para tirar o máximo proveito da ROM do smartphone e evitar gastos extra na nuvem

  • Se for como a maioria das pessoas, tem uma tonelada de coisas no seu telefone. Fotos, vídeos, música, e outros ficheiros podem ocupar muito espaço. E se tiver um plano de dados, pode estar a pensar em mover algumas dessas coisas do seu telefone para a nuvem. Mas antes de se inscrever em outra assinatura mensal dispendiosa, a SPC deixa as melhores dicas para usar o armazenamento do telefone e poupar dinheiro.

Atualmente muitos de nós optam por guardar a sua vida, em fotos, vídeos e documentos, na nuvem.

Mas é importante estar ciente de que, por um lado, esta possibilidade não é um plano ilimitado de espaço, e, por outro, se esgotar o espaço que tem de graça, terá de começar a pagar.

Neste sentido, a SPC, empresa tecnológica especializada no desenvolvimento de produtos de eletrónica de consumo, preparou as melhores dicas para usar o armazenamento do telefone da melhor forma e assim evitar ter gastos acrescidos com espaço de armazenamento na nuvem.

Mas, de quanto armazenamento realmente precisa?

Antes de mais, saiba a quantidade de armazenamento que cada tipo de informação ocupa: para 4000 fotos de 4MB cada (alta qualidade) necessitará de ter livres 16GB; se quiser fazer vídeos, uma gravação de uma hora ocupa 1,5GB em 1080p, e 3GB em 2K; as apps de redes sociais podem ocupar entre 5MB e 2GB cada e as músicas descarregadas diretamente no seu telemóvel podem ocupar entre 3MB e 10MB por canção.

Estes são dados aproximados, que sustentam a facilidade com que os dados podem acumular-se.

O telemóvel deixará então de armazenar ou guardar quaisquer novos dados, que poderá perder, e não poderá fazer coisas como tirar fotografias ou gravar vídeos.

Mas pode fazer algumas coisas para evitar esta situação.

Ora veja:

  1. Se usa o WhatsApp com frequência, a primeira coisa a fazer é desativar, nas suas definições, a opção de transferência automática e armazenamento dos ficheiros que são partilhados nos grupos e conversas, sejam imagens, som ou voz. Esta opção reduz drasticamente a quantidade de ficheiros que diariamente enchem o armazenamento e evitam o tempo posterior na sua seleção e limpeza. Guarde manualmente o que lhe interessa e assim garante a boa gestão do seu armazenamento.
  2.  Reduza a qualidade dos seus ficheiros multimédia. Exceto que pretenda usar as imagens em formatos de alta qualidade, para impressão, evite guardar os ficheiros multimédia que produz (e recebe) no seu dia-a-dia, para redes sociais ou enviar a família e amigos, com alta qualidade. Para tal, quando faz gravações de vídeo ou tira fotografias, não selecione o modo HDR que grava em alta-definição.
  3. Caso deseje guardar sempre consigo algumas fotografias e vídeos que o mantém saudosista de bons momentos, para os recordar sempre que deseje, considere guardá-los num cartão de memória microSD com 64GB ou 128GB extra, e que pode ser inserido na maior parte dos telemóveis para permitir um armazenamento extra. Este cartão removível pode ser inserido em outros dispositivos compatíveis.
  4. Liberte espaço de armazenamento de apps e ficheiros. Para que esta opção seja frutífera deve procurar apagar coisas como grandes ficheiros, fotos, vídeos, e aplicações exigentes. Em vez de se separar completamente desta informação, pode transferir estes itens para um computador para os guardar. É uma boa prática limpar o seu telefone de vez em quando, apagando aquilo de que já não precisa. Muitos de nós podemos esquecer que guardamos ficheiros de grandes dimensões de que já não precisamos e estão lá a ocupar o armazenamento.
  5. Potencie o seu espaço de armazenamento recorrendo aos 15Gb gratuitos e disponíveis da conta Google, partilhado entre Gmail, Google Drive e Google Fotos. Se fizer a gestão de fotos, vídeos e outros documentos que ocasionalmente necessita de consultar, mantendo-os na nuvem, na sua conta Google, pode libertar espaço no seu smartphone e manter o acesso em qualquer lugar e a qualquer hora, através da nuvem, a esses ficheiros.
  6. E se precisar de mais espaço de armazenamento, então pode considerar limpar a cache das aplicações. Atenção que estamos a falar de Cache e não dos dados do utilizador. Portanto, não cometa o erro de limpar os dados da aplicação, tocando em Clean Storage. É seguro limpar o Cache das aplicações e a única coisa que será eliminada são dados temporários. Tudo o que precisa de fazer é ir à secção Definições do telefone & Aplicações & toque em qualquer aplicação & toque em Armazenamento & Limpar Cache. Só esta ação poderá reduzir em 1GB o espaço ocupado.
  7. Por último, desinstale apps que não usa regularmente. Sabia que poderia usar a loja Google Play para limpar o armazenamento do seu telemóvel? Pode ficar surpreendido, mas isto é verdade. Só precisa de abrir a aplicação e tocar no seu perfil & Gerir aplicações e dispositivos. Agora, toque novamente na parte de armazenamento, onde a Google Play Store mostra o espaço que as suas aplicações estão a utilizar. Aqui, poderá ver as aplicações que descarregou e quanto espaço cada uma delas está a consumir.

Pode então selecionar as aplicações que pretende eliminar. Pode selecionar as que não utiliza com muita frequência e que estão a ocupar espaço de armazenamento. Para isso, basta assinalar nas caixas localizadas no lado direito do ecrã e tocar no ícone do lixo > Desinstalar. Antes de o fazer, a aplicação Play Store mostra até que espaço estará a libertar, apagando as aplicações selecionadas. Esta é a forma mais fácil de eliminar várias aplicações de uma só vez.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: