16.3 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 6, 2022
No menu items!
InícioNacionalEstudantes do IPCB na Escola de Verão da Comissão Europeia

Estudantes do IPCB na Escola de Verão da Comissão Europeia

Clara Aidos, estudante da licenciatura em Engenharia Informática, e Marwa Hani Alkhatib, aluna síria a cursar a licenciatura em Informática e Multimédia, ambas na Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), participaram na edição de 2022 da Summer CEmp, a Escola de Verão da Representação da Comissão Europeia (CE) em Portugal.

As jovens foram selecionadas pela CE entre as três centenas de candidatos, integrando o grupo heterogéneo de quarenta estudantes universitários de até 30 anos que, entre 27 e 30 de agosto, rumaram até à Ribeira Grande, na ilha de São Miguel (Açores), para participar num seminário intensivo e prático que incluiu palestras, debates, exercícios em equipa ou visitas de campo.

Por ocasião do Ano Europeu da Juventude e do 35.º aniversário do programa Erasmus, a quinta edição do Summer CEmp, que no distrito de Castelo Branco já passou por Monsanto em 2017, realizou-se pela primeira vez fora de Portugal continental, desta feita numa região ultraperiférica e tendo como anfitrião o concelho mais jovem do país.

Quanto aos objetivos, o propósito é o de alinhar a agenda europeia com as prioridades e preocupações dos jovens, envolvendo os atuais e vindouros líderes de opinião, decisores e cidadãos ativos no projeto comunitário.

Em simultâneo, trata-se de valorizar a sua participação na vida política e social, e de apontar caminhos para o futuro da Europa, aproximando-os dos desafios que os 27 estados-membros da União Europeia (UE) enfrentam.

Para além de conhecerem de perto a realidade e os agentes locais, durante quatro dias as estudantes do IPCB foram convidadas a refletir quer sobre a importância e o que pode ser o projeto europeu, quer acerca das políticas comunitárias ou naquilo que consideram ser prioritário para a UE.

Tendo como mote a partilha de valores como a cooperação, a prosperidade ou a igualdade de oportunidades, tratou-se de discutir o presente e o futuro da União Europeia através de temas como as alterações climáticas, a transição digital, o comércio, a política agrícola e externa, a guerra na Ucrânia ou de assuntos ligados aos direitos humanos.

Dos políticos e diplomatas aos jornalistas, empresários ou académicos, entre a meia centena de oradores e moderadores convidados destacaram-se individualidades como José Manuel Durão Barroso,antigo presidente da CE;Ana Paula Zacarias, representante permanente de Portugal nas Nações Unidas; Sofia Moreira de Sousa, representante da CE em Portugal; Tiago Antunes e Bernardo Ivo Cruz, secretários de Estado dos Assuntos Europeus e da Internacionalização; Pedro Lourtie, representante permanente de Portugal junto da UE; João Aguiar Machado, embaixador da UE junto da Organização Mundial do Comércio; ou Elias Kuhn von Bursdorff e Peter Müller, responsáveis pela redação dos discursos de Ursula von der Leyen, presidente da CE.

Nos painéis, os estudantes lançaram questões relacionadas com a habitação, os direitos laborais, a sustentabilidade ambiental ou a crise energética, entre outras passíveis de serem abordadas a 14 de setembro no Parlamento Europeu, no debate sobre o estado da União.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: