22.2 C
Castelo Branco
Sábado, Outubro 1, 2022
No menu items!
InícioNacionalProjetos do IPG distinguidos em concurso nacional de inovação e empreendedorismo

Projetos do IPG distinguidos em concurso nacional de inovação e empreendedorismo

Estudantes e docentes do Instituto Politécnico da Guarda viram os seus projetos premiados na semana de empreendedorismo, que este ano teve lugar em Beja. “Smartwood” e “4bettermedicine” foram como candidaturas do IPG que subiram ao pódio dos concursos nacionais Poliempreende e Desafios de Inovação em Cocriação, respetivamente.

Os projetos da área da saúde “Smartwood” e “4bettermedicine”, desenvolvidos por estudantes e docentes do Instituto Politécnico da Guarda – IPG, ficaram em terceiro lugar nos concursos nacionais Poliempreende e Desafios de Cocriação (Link Me Up), respetivamente.

Os resultados das iniciativas que premeiam o melhor plano de negócio e criação de empresa na área do empreendedorismo e a melhor solução inovadora desenvolvida na área da inovação foram conhecidos durante a Semana do Empreendedorismo da Rede Politécnica, em Beja.

“Esta distinção é a prova de qualidade do ensino, da investigação e dos projetos desenvolvidos em nossas escolas”, afirma Joaquim Brigas, presidente do IPG.

“Vamos continuar a envolver os nossos estudantes neste tipo de iniciativas – que permitem o trabalho conjunto entre docentes, alunos e empresas – para dotá-los de cada competência vez mais valorizadas no mercado de trabalho: capacidade de inovação, espírito crítico, proatividade e competitividade”.

“Smartwood” é um penso inteligente desenvolvido para controlar o tratamento de feridas crónicas em ambiente hospitalar.

Equipado com um biomarcador e um biossensor, este dispositivo visa eliminar as dificuldades de controle de substituição dos dispositivos médicos associados a estas feridas.

Já o “4bettermedicine” é uma iniciativa pensada para combater esquecimento dos tomas de medicamentos.

O projeto envolve uma caixa inteligente – a Medicalbox – que está programada numa farmácia para emitir uma mensagem de alerta sempre que o utente deve tomar um comprimido.

Para além disto, está a ser desenvolvida uma pulseira eletrónica que alertar também o utilizador à hora prevista.

“Os nossos alunos deixaram-nos muito orgulhosos porque estão sempre empenhados e demonstraram uma notável capacidade de trabalho no desenvolvimento destes dois projetos”, afirma Teresa Paiva, coordenadora do Polieempreende e do Link Me Up – Desafios de Cocriação onde são desenvolvidos os Desafios de Cocriação no IPG.

“Essa experiência foi muito enriquecedora para estes estudantes porque, para além de partilharem conhecimentos e ideias com colegas de outras escolas, teve oportunidade de visitar empresas e de receber formação para comunicar melhor as suas ideias de negócios e projetos de inovação”.

Em votação são 13 iniciativas no concurso Link Me Up – Desafios de Cocriação e 20 na Poliempreende.

Ana Nunes, Catarina Dias e Guilherme Alves foram os estudantes responsáveis por “Smartwood” em colaboração com as professoras Carla Castro e Sónia Miguel.

Já Ricardo Sousa, Mariana Moreira, Naylsa Sousa e Diogo Luz desenvolveram o projeto “4bettermedicine” juntamente com a docente do IPG Fátima Roque e a Farmácia da Estação da Guarda. Uma equipa do projeto “Smartwood” foi premiada com 3000 euros e a do “4bettermedicine” com 1500 euros.

Recorde-se que no ano passado o IPG venceu o primeiro prémio do concurso nacional do Link Me Up – Desafios de Cocriação, com um projeto para inovar o setor agroalimentar e prepará-lo para operar no Espaço, “Space Food Ideation”. Em 2019, alcançou o terceiro prémio do Poliempreende com uma ideia de negócio para cultivar cherovia em hidroponia, “Hydroponic Evolution Farm”.

 

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: