6.2 C
Castelo Branco
Domingo, Novembro 27, 2022
No menu items!
InícioRegionalAntigos combatentes homenageados no Fratel com inauguração de ruas e do Largo...

Antigos combatentes homenageados no Fratel com inauguração de ruas e do Largo do Lagar

A Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão homenageou no sábado, 24 de setembro, dois antigos combatentes naturais da freguesia de Fratel – Ulisses Pereira Correia e João Flores da Silva Ferreira –, atribuindo seu nome às duas ruas que localidade.

A cerimónia incluiu a inauguração do novo Largo e Jardim do Lagar e contou com a presença do Vice-Chefe do Estado-Maior da Armada, Vice-Almirante António Coelho Cândido.

Presente em representação do Chefe do Estado-Maior da Armada e Autoridade Marítima Nacional, Almirante Gouveia e Melo, que não pode estar no Fratel por se encontrar a participação na apresentação dum exercício militar internacional em Troia, o Vice-Chefe do Estado-Maior da Armada, Vice-Almirante António Coelho Cândido, agradeceu aos fratelenses que acederam ao pedido endereçado pelo Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º12 de atribuir o nome de Ulisses Pereira Correia a uma rua do Fratel.

“Esta é uma forma de reconhecimento da valentia e coragem deste vosso conterrâneo”, referiu o António Coelho Cândido, que louvou os “camaradas do corpo de fuzileiros que se quiseram fazer perdurar a memória do seu camarada, promovendo esta iniciativa que é uma demonstração exemplar de gratidão e camaradagem para aquele que considera como um dos melhores, melhor, quer pelo seu elevado grau de valentia, quer pelo seu espírito de unidade de grupo”.

Sublinhando o orgulho da Marinha “por estes seus ilustres militares, que deu o melhor de si mesmos com o sacrifício da própria vida”, o Vice-Chefe do Estado-Maior da Armada reconheceu nesta iniciativa uma forma fazer “perdurar e promover para as novas gerações de fuzileiros, e na sociedade civil, os nossos valores de camaradagem, integridade, lealdade, coragem e abdicação”, e destacou “a honra e imenso orgulho que a Marinha tem nos seus fuzileiros, nos de hoje e nos do passado, pelo seu esforço, a sua dedicação e a sua competência”.

Endereçando uma palavra de gratidão às famílias dos militares homenageados, o presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, Luís Pereira, registrou que o concelho de Vila Velha de Ródão perdeu sete jovens durante a Guerra Colonial e explicou que dar o nome destes dois antigos combatentes falecidos naquele conflito a uma rua do Fratel, tal como já tinha sido feito com João JoséNeves Flores, é “uma forma de fazer-lhes-justiça nos é possível” e de “lembrar as gerações vindouras os valores da paz , da tolerância e do diálogo, da democracia e da liberdade”.

O momento contorno ainda com as intervenções do Oficial do Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º 12, Serafim Lobato, que lembrou que o antigo companheiro ficou para sempre na memória dos fratelenses graças a homenagem esta, e do Comandante deste Destacamento, o Capitão de Mar e Guerra Francisco Mendes Fernandes, que chamou a atenção para a importância de continuar os meios necessários aos fuzileiros para estes Familiares de Ulisses Pereira Correia um lenço dos Usados por aquele corpo de fuzileiros e um livro sobre a história do Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º 12.

Antigo Lagar das deu lugar ao Largo e Jardim do Lagar

Após a inauguração das ruas, foi também inaugurado o novo Largo do Lagar, um projeto que resultou de um investimento de 97.435.93 € (+ IVA) por parte da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão e veio oferecer à população da freguesia um novo espaço verde de lazer e utilização pública e permitiu a criação de novas zonas de estacionamento.

A intervenção implicou a demolição de um lagar antigo, que se encontravam em avançado estado de degradação, tendo parte da pedra resultante e os elementos ainda em bom estado de conservação foram utilizados como decoração do próprio espaço exterior, em memória do local.

Inauguração de ruas e do Largo do Lagar

A presidente da Junta de Freguesia do Fratel, Célia Ribeiro, lembrou que “neste local aprazível, em que nos encontramos e que muito nos enche de orgulho, em tempos existem um antigo Lagar que votava ao abandono, se encontrava em verdadeiro estado de degradação”, agradecendo à Câmara Municipal por esta intervenção, que “o transformado no espaço verde, de lazer e na zona polivalente, que proporcionam a realização de atividades ao ar livre e a promoção de encontros familiares e intergeracionais”.

A autarca chamou ainda a atenção para outros investimentos que estão a ser feitos na freguesia, como a construção de infraestruturas no loteamento da “Tapada do Correio” ou da conduta de abastecimento de água à localidade Carepa.

No mesmo sentido, António Carmona, presidente da Assembleia Municipal de Vila Velha de Ródão, destacou a estratégia do Município rodense, que se distingue pelo “investimento equitativo que tem vindo a ser feito nas freguesias, quer haja muita ou pouca população”.

Agradecendo a todos o que tornaram a obra possível,o presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão frisou que “esta é uma obra que procurou resolver o problema da degradação do espaço e vem dar resposta aos anseios da população” e exprimiu o desejo de que esta seja “uma nova sala de visitas para o Fratel, que seja usufruída pelas novas gerações e tenha, do ponto de vista da socialização e do bem-estar das populações, um papel ainda mais importante do que o antigo lagar que existia no local”.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: