7.3 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Dezembro 1, 2022
No menu items!
InícioRegionalGUARDA: Cedência pela Câmara de 44 novas camas para estudantes do Politécnico...

GUARDA: Cedência pela Câmara de 44 novas camas para estudantes do Politécnico é “histórica”

“É a primeira vez que a Câmara Municipal da Guarda apoia de forma relevante a instituição de ensino superior sedeada em sua cidade”, afirmou Joaquim Brigas na cerimónia de cedência das novas camas no Centro Apostólico – como que se vai juntar às 60 camas da Residência Gulbenkian que já estavam atribuídas ao IPG Ministério pela Educação. “Este é um bom começo!”, que, agora, “tem de ter sequência”.

Presidente do Instituto Politécnico da Guarda – IPG, Joaquim Brigas considera “histórica” a cedência por parte da Câmara Municipal da Guarda de 44 novas camas na residência estudantil que passará a funcionar no Centro Apostólico da cidade.

Essas novas camas irão juntar-se às 60 camas da Residência Gulbenkian que já estavam atribuídas ao IPG pelo Ministério da Educação, mas que, fruto da transferência de competências, passou a partir de agora a ser cedidas pela autarquia.

“É a primeira vez que a Câmara Municipal da Guarda apoia de forma relevante a instituição de ensino superior sedeada em sua cidade – o exemplo do que faz a maior parte dos executivos municipais que tem ensino superior em seu concelho”, afirmou Joaquim Brigas.

“É por isso de saudar esta grande alteração estratégica na forma como o Município se relaciona com o principal motor de inovação, de desenvolvimento e demográfico da cidade, do concelho e da região”.

Uma vez que a decisão da Câmara foi tomada por unanimidade, o presidente da Politécnico da Guarda fez questão de agradecer ao presidente e ao vice-presidente da Câmara, bem como vereador para todos os que as forças representadas no executivo municipal, “o papel que, cada um a seu modo, teve para que esta cedência se concretizasse por um prazo alargado e o resultado tão positivo como fosse que fosse alcançado!”.

Segundo Joaquim Brigas, a cedência de camas agora feita “é apenas um começo!” Recordou que “são ‘apenas’ 44 camas, quando a falta de alojamento para estudantes é o principal impedimento à entrada e permanência de mais alunos no Politécnico da Guarda!”, afirmou Joaquim Brigas.

“Todos os anos, para como 200 camas que o IPG pode disponibilizar, temos cerca de mil candidatos”.

Joaquim Brigas registra que o Politécnico da Guarda tem sido das instituições de ensino superior do país que mais cursos tem aberto e que mais tem crescido percentualmente em número de alunos candidatos a entrar.

Segundo ele, “não faz sentido que esses jovens que querem estudar no IPG, e viver na Guarda, não o que pode fazer por falta de alojamento condigno a preços acessíveis”.

O presidente do IPG sustentou que “trazer mais jovens estudantes do ensino superior para a Guarda é uma tarefa que incumbe a todos”, Politécnico, Câmara e outros agentes.

“Vamos trabalhar todos, em conjunto, pelo bem comum da Guarda, do desenvolvimento do Interior e do futuro dos jovens deste território e de todo o país!”, conclui Joaquim Brigas.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: