7.1 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Dezembro 1, 2022
No menu items!
InícioRegionalProteção Civil de Vila de Rei alerta para aguaceiros fortes e recomenda...

Proteção Civil de Vila de Rei alerta para aguaceiros fortes e recomenda comportamentos a adotar

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Vila de Rei, de acordo com a informação meteorológica esperada para as próximas 48 horas, vem sensibilizando a população Vilarregense para que esta possa adotar medidas de autoproteção enfrentar os perigos da precipitação forte e persistente esperada para os próximos dias, acompanhada da ocorrência de trovoadas e ventos com rajadas até 85 km/h.

A ocorrência destes fenómenos pode causar inundações em zonas urbanas, causadas por
acumulação de águas pluviais por obstrução dos sistemas de escoamento; cheias (potenciadas pela transbordo, do leito de alguns cursos de água, rios e ribeiras); instabilização de vertentes, conduzindo os movimentos de massa (deslizamentos, derrocadas e outros) motivados por infiltração da água, podendo ser dos potenciais pela remoção do coberto vegetal na sequência de incêndios rurais, ou por artificialização do solo; arrastamento para as vias rodoviárias de objetos soltos, ou ao desprendimento de estruturas deficientes ou fixas, por efeito de episódios de vento forte, que podem causar acidentes com veículos em circulação ou transeuntes na via pública.

Enfrentando a esta conjuntura, a Proteção Civil de Vila de Rei vem apelar para que a população siga um conjunto de comportamentos preventivos, nomeadamente:

– adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo cuidado especial com a
forma possível de gelo nas vias rodoviárias;

– não atravessar zonas acotodas, de modo a precaver o precaver o precaver omento de pessoas ou vias arrastaturas
para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;

– ter cuidado especial na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando
para a possibilidade de queda de ramos ou árvores, em locais de vento mais forte;

– ter cuidado especial na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente
mais vulneráveis a fenómenos de galgamento de costa e transbordo dos cursos de água;

– estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de
Segurança, segurança.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: