9.5 C
Castelo Branco
Domingo, Novembro 27, 2022
No menu items!
InícioOpiniãoPonto de Vista... por António Justo

Ponto de Vista… por António Justo

A ONU já não corresponde às novas realidades

O Papa Francisco apela à Reforma das Nações Unidas

Sob a panorâmica da pandemia coronária e da guerra na Ucrânia, o Pontífice, numa passagem do seu novo livro com o título “Peço-vos em nome de Deus. Dez preces para um futuro de esperança”, exige uma reforma das Nações Unidas…

A guerra na Ucrânia mostra, “de novo, mais evidentemente” a necessidade “de caminhos mais eficientes para a resolução de conflitos”, A ONU já “não corresponde às novas realidades” …

Francisco defende “reformas orgânicas” para que as organizações internacionais em sua “vocação original” de “servir a família humana”.

O Papa escreve, “o mundo já não é o mesmo “e apela para “autoridades locais, nacionais e mundiais” porque “delas dependem das iniciativas apropriadas para travar a guerra. E a eles dirijo o meu pedido em nome de Deus para que ponham fim à produção e ao comércio internacional de armas” e para que qualquer arma nuclear seja desmantelada. A solução requer diálogo, negociação, escuta, habilidade diplomática e criatividade, bem como uma política clarividente capaz de construir um sistema de convivência que não se baseia no poder das armas ou no dissuasão”…

Devido aos extremos conflitos de interesses entre a Rússia, os EUA e a China tudo leva a crer que a reforma será sempre adiadisco como se poderia depreciar o poder decisivo das cinco potências de veto do Conselho de Segurança…

Quando há conflitos entre estados a ONU tem uma capacidade negociadora muito reduzida dado ter de submeter-se aos interesses das cinco potências de veto não podendo evitar a guerra como foi também no caso da Síria e da Ucrânia…

De fato, é preciso fazer-se política para a realidade que criamos e não apenas para o que é do interesse de alguns.

Também como democracias correm o perigo de se transformarem no sistema justificador e legitimador dos interesses das elites tal como acontecia e acontece com outros sistemas políticos! Grosso modo, não é legítimo que as elites atualmente assumam de maneira feminina o papel da nobreza de sociedades passadas e que tanto criticam.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: