7.1 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Dezembro 1, 2022
No menu items!
InícioDesportoLiga MEO Surf – Vasco Ribeiro e Guilherme Ribeiro discutem título nacional...

Liga MEO Surf – Vasco Ribeiro e Guilherme Ribeiro discutem título nacional no dia final do Bom Petisco Peniche Pro

– Vasco está na liderança virtual desta emocionante disputa;

– Ambos dependemapenas de si próprios para conquistar o título;

– Quartos-de-final definidos em condições de qualidade no Lagido;

– Charlotte van Berkum destaca-se na prova feminina.

– Dia das Decisões às 8h30 no Pico da Mota;

A luta pelo título nacional masculino prossegue ao rubro, com grandes ondas e nível alto de surf na Praia do Lagido, no segundo dia do Bom Petisco Peniche Pro, a última etapa da Liga MEO Surf 2022.

Uma jornada de emoções fortes, que reduziu o lote de candidatos ao título a apenas dois nomes: Guilherme Ribeiro, que chegou a esta etapa com a licra amarela Go Chill de líder do ranking nacional, e Vasco Ribeiro, campeão nacional em e que está a regredir à competição nesta prova.

Uma luta que será decidida neste domingo, no dia final do Bom Petisco Peniche Pro, estando prevista a mudança para o Pico da Mota.

Com ambos a dependerem apenas de si próprios para ser campeões nacionais e cada uma metade distinta do quadro de competição, mas com Vasco na liderança virtual do ranking, preveem-se emoções ao rubro para esta derradeira da Liga MEO Surf 2022.

– Para ser campeão Guilherme Ribeiro precisa de um resultado melhor que o de Vasco Ribeiro;

– Para ser campeão Vasco Ribeiro precisa de um resultado melhor ou igual a de Guilherme Ribeiro.

Neste sábado, a ação iniciou-se por 8 horas e nem a chuva impediu que o espetáculo do melhor surf nacional se prolongasse em ondas de grande potencial na praia do Lagide.

Tudo começou na ronda 2 masculina, onde alguns dos 11 candidatos iniciais ao título foram sendo eliminados, como foram os casos de Francisco Almeida, Joaquim Chaves ou Eduardo Fernandes.

Com os outros candidatos a não desarmarem, nesta fase o grande destaque da manhã foi a prestação de Tomás Fernandes, com uma performance na casa da excelência, com 16,50 pontos, graças a uma onda de 8,50 e outro de 8 pontos, em duas esquerdas surfadas de forma explosiva.

A ação prosseguiu até a final da manhã com a ronda 3 masculina, com o crivo das contas do título o apertar ainda mais.

Depois da grande performance matinal, Tomás Fernandes acabou por despedir-se da luta com uma derrota logo no calor inaugural.

Pelo meio, Afonso Antunes também saiu das contas, mesmo conseguindo passar para os quartos-de-final, em virtude de Vasco Ribeiro, que por esta altura já tinha a liderança virtual do ranking, ter avançado mais uma ronda.

A ronda terminou ainda com outra surpresa, após a eliminação do surfista local e vice-líder do ranking Guilherme Fonseca.

A derrota de Guilherme Fonseca acabou por deixar a luta pelo título nacional entregue apenas a Vasco Ribeiro e Guilherme Ribeiro.

Ambos com prestações fortes e competentes nas duas vezes que entraram na água neste segundo dia de prova.

Na ronda 2 Gui venceu a bateria 4 com 14,40 pontos, enquanto vasco triunfo na bateria 6, com 13,15 pontos. Na fase seguinte, inverteram-se os papéis, com ambos a saírem novamente vencedores das respetivas baterias, mas com Vasco a chegar aos 14,50 pontos e Guilherme a ficar-se por 13,85 pontos.

Algo que denota bem o equilíbrio entre os dois candidatos ao título nacional.

Na próxima fase, com o título em jogo e o poder definido para qualquer momento, Guilherme Ribeiro vai ser o primeiro a entrar em ação, enfrentando Francisco Ordonhas no calor 2 dos quartos-de-final homem-no-homem.

Logo de seguida, Vasco Ribeiro mede forças com Arran Strong.

Em caso de triunfo, Guilherme enfrenta nas meias-finais o vencedor da bateria entre Afonso Antunes e o jovem local Matias Canhoto, um dos grandes destaques da prova até o momento.

Já Vasco Ribeiro, se chegar às meias-finais, tem encontro marcado com o vencedor do duelo entre José Champalimaud e o ex-campeão nacional Miguel Blanco.

Ao início da tarde disputou-se ainda a ronda 2 feminina, onde a surfista em maior destaque foi a algarvia Charlotte van Berkum, que venceu o primeiro heat da ronda com um score de 13,80.

A juventude feminina também esteve em bom plano, com Constância Simões, Maria Salgado e Beatriz Carvalho em evidência a caminho da próxima fase.

A chamada para o dia final do Bom Petisco Peniche Pro está marcada para as 8h30 no Pico da Mota.

Com três rondas masculinas e três rondas femininas ainda por realizar e com um total de 16 surfistas ainda em jogo – 8 do lado masculino e 8 do lado feminino -, a ação vai coroar o novo campeão nacional e também os vencedores da derradeira etapa da temporada na Liga MEO Surf 2022.

Agenda para domingo
08h30 – Call terceiro dia de competição
10h00 – Happy Hour Jerónimo Martins
17h00 – Go Chill Expression feminina e masculina
13h00 – Finais do Bom Petisco Peniche Pro
14h00 – Entrega de prémios do Bom Petisco Peniche Pro

A nível televisivo, o Bom Petisco Peniche Pro poderá ser acompanhado em direto na Sport TV, assim como nos restantes meios oficiais: facebook do MEO, app do MEO – disponível na posição 810 da grelha de canais MEO, e em www.ansurfistas.com e redes sociais em @ansurfistas.

A Liga MEO Surf 2022 é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o patrocínio do MEO, Bom Petisco, Allianz Seguros, Joaquim Chaves, Go Chill, Somersby, Corona e Rip Curl, o parceiro de sustentabilidade Jerónimo Martins, o apoio local do Município de Peniche, e o apoio técnico do Peniche Surfing Clube e da Federação Portuguesa de Surf.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: