4.6 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023
No menu items!
InícioInternacionalCidades altomedievais da Península Ibérica reuniram-se em Idanha

Cidades altomedievais da Península Ibérica reuniram-se em Idanha

Entre os dias 24 a 26 de novembro, investigadores de Portugal e Espanha reuniram-se em Idanha-a-Nova para um encontro dedicado ao estudo das cidades altomedievais da Península Ibérica.

A organização do Early Medieval Cities 2022 foi do Instituto de Estudos Medievais da Universidade Nova de Lisboa, em parceria com várias instituições, entre as quais a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.

“Ficamos muito satisfeitos por estes encontros sobres cidades medievais terem iniciado em Idanha, porque o património natural e o património histórico-cultural são os nossos maiores ativos. É uma riqueza deste território que está disponível para ser visitada, descoberta e investigada”,afirmou o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova na abertura do evento.

Neste contexto, Armindo Jacinto realçou a importância das redes em que Idanha tem colaborado, nomeadamente o projeto de investigação IGAEDIS, centrado na aldeia histórica de Idanha-a-Velha e desenvolvido em parceria com a Universidade de Coimbra, a Universidade Nova de Lisboa e outras universidades europeias.

O encontro promoveu o diálogo interdisciplinar e a divulgação de trabalhos de investigação em curso. Para isso, contou com investigadores das principais cidades altomedievais da Península Ibérica: Idanha, Mérida, Braga, Conímbriga, Ammaia, Viseu, Coimbra, Vigo, Porto, Lisboa e Santiago de Compostela.

Participaram equipas multidisciplinares de áreas como arqueologia, história, antropologia, paleobotânica, bioarqueologia, geoarqueologia, entre outras.

Durante dois dias, os trabalhos decorreram no Centro Cultural Raiano, que acolheu palestras e debates.

O terceiro dia levou os participantes numa visita a Idanha-a-Velha, na companhia da equipa do projeto de investigação IGAEDIS, constituído por mais de 20 investigadores nacionais e internacionais.

Refira-se que cada edição deste evento é realizada em pequenas/médias cidades onde estão em curso projetos sobre arqueologia da Alta Idade Média, procurando a descentralização dos encontros científicos e o envolvimento com as comunidades locais e a sua história e património.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: