12.2 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
No menu items!
InícioCulturaEugénio de Andrade e Patrícia Portela em Janeiro na Alma Azul

Eugénio de Andrade e Patrícia Portela em Janeiro na Alma Azul

Alcains – Coimbra – Abrantes – Beja – Sines

A Alma Azul inicia o ano de 2023 com mais uma sessão de “Mitos na História de Portugal”, dedicada a D. Pedro I, em Alcains.

Mas será a apresentação do Prémio Ciranda 2022 em Coimbra, com a presença da autora Patrícia Portela e do editor de José Saramago, Zeferino Coelho, e a celebração do centenário do nascimento de Eugénio de Andrade; os grandes acontecimentos de Janeiro na Alma Azul.

No dia 7 de janeiro, sábado, às 16 horas, no Café JTX, a Alma Azul promove uma sessão sobre um rei que ficou na História de Portugal devido ao trágico amor com a galega e bela Inês de Castro, D. Pedro I.

Eugénio de Andrade

Em setembro de 2022, a Ama Azul entregou na Biblioteca Municipal de Castelo Branco o Prémio Ciranda 2022 a Patrícia Portela pelo seu livro Hífen; que no próximo dia 12, quinta-feira, às 18 horas, será apresentado na “Casa da Esquina”, em Coimbra, com a presença da autora e do editor da Editorial Caminho, Zeferino Coelho, editor do Prémio Nobel José Saramago e de Patrícia Portela. A apresentação do livro estará a cargo de Isabel Campante.

O mês de Janeiro de 2023 estará marcado com a data do centenário do nascimento de Eugénio de Andrade, a 19 de Janeiro de 1923, em Póvoa de Atalaia, concelho do Fundão

As iniciativas do Centenário do Nascimento de Eugénio de Andrade dinamizadas pela Alma Azul iniciam-se em Abrantes, no dia 17, com duas sessões para alunos do ensino secundário; e outra para o público em geral, na Biblioteca Municipal António Botto.

Segue-se depois Beja, onde, no dia 18, a Alma Azul realiza uma Oficina de Poesia a partir do poema “As Mães”; texto maior de Eugénio de Andrade; e no dia 19, também na Biblioteca Municipal José Saramago, promove mais uma sessão de “Há Poesia no Jardim”, totalmente dedicada à Obra e ao percurso de Eugénio de Andrade.

No Centro de Artes de Sines, no espaço extraordinário da sua biblioteca, no dia 20, realiza a última sessão no Alentejo, dedicada ao poeta que fixa o território da Beira Baixa e os seus elementos primordiais na Literatura de Língua Portuguesa de forma única e sem precedentes.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: