4.6 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023
No menu items!
InícioNacionalRio de Prata: um novo espaço à beira-rio para provar os...

Rio de Prata: um novo espaço à beira-rio para provar os melhores sabores da cozinha portuguesa

Com morada nos jardins de Braço de Prata, em Lisboa, este projeto foi criado pelo jovem empreendedor Bernardo Ventura e tem a chef Carla Sousa ao leme da cozinha

Localizado em Lisboa, mais precisamente, nos jardins de Braço de Prata, o Rio de Prata abriu em novembro deste ano, à beira-rio.

Com uma cozinha marcada pelos sabores portugueses, este restaurante lisboeta – o primeiro a ser inaugurado no complexo Prata Riverside Village -, privilegia o cuidado pelo produto, o atendimento personalizado a cada cliente e ainda a preocupação com os detalhes que fazem deste um espaço convidativo e harmonioso.

Aberto de quarta-feira a domingo, este espaço nasceu pelas mãos de Bernardo Ventura, o proprietário, um jovem empreendedor que resolveu largar a carreira de piloto comercial para se dedicar inteiramente à área da gastronomia, depois de já ter colaborado com um projeto de restauração, tendo ficado a cargo da decoração do mesmo.

Mais tarde, e depois da experiência que adquiriu neste, e noutros projetos, tomou a decisão de criar o seu próprio negócio neste setor.

Surgiu a oportunidade de abrir um espaço nos jardins de Braço de Prata, uma zona da cidade de Lisboa que foi remodelada e que se encontra atualmente em crescimento – e também onde não existe (ainda) muita oferta de restauração – e foi assim que nasceu o Rio de Prata.

“Esta zona de Lisboa é muito agradável e tem cada vez mais movimento. Um dia, o meu pai, que trabalha aqui perto, viu este espaço disponível e eu fiquei logo interessado. Algum tempo depois, o Rio de Prata começou a ser desenhado e contruído, com o intuito de ser um restaurante versátil, adequado a todas as faixas etárias, e onde a qualidade do produto e o atendimento ao cliente são as peças-chave”, conta Bernardo Ventura, proprietário e criador do projeto.

A decoração do Rio de Prata – composto por duas salas, um balcão e uma esplanada – é da autoria do proprietário, que selecionou materiais como a madeira ou o aço corten, inspirados na zona industrial envolvente, e em elementos como o pontão em frente ao restaurante, para decorar os diferentes espaços.

O projeto de decoração, inspirado também no rio – que deu nome ao restaurante – foi pensado “de for a para dentro”, e é marcado pelos tons terra e por apontamentos verdes naturais.

Bernardo Ventura fez questão de destacar a luz natural e a – maravilhosa – vista para o Tejo, de maneira a criar um local agradável, onde apetece sempre regressar.

Das salas de refeição às casas de banho (muito originais), passando pelas mesas ou pela garrafeira, todos os detalhes foram idealizados com o máximo rigor.

No espaço, destaca-se uma escultura prateada, criada pelo artista Valentim Quaresma, e que simboliza um rio, em prata, e confere harmonia e originalidade ao ambiente, como uma espécie de fio condutor entre o rio Tejo e o Rio de Prata.

A identidade gráfica do restaurante foi desenvolvida com base nesta escultura, que transmite os elementos mais fortes do ADN do projeto: os produtos da terra e do campo representados pelo círculo em aço corten e os produtos do mar espelhados no apontamento em prata.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: