16.8 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Junho 9, 2023
No menu items!
InícioCulturaÁlvaro terá papel de destaque no novo filme de Teresa Villaverde

Álvaro terá papel de destaque no novo filme de Teresa Villaverde

Luz, câmara, ação! Durante os primeiros meses do ano, Álvaro foi assoberbada pelo stress e a azáfama da indústria cinematográfica.

Sim, leu bem: esta aldeia de xisto que assume cada vez mais o seu tremendo potencial turístico, muito derivado da sua beleza ímpar, foi um dos cenários do filme “Justa”, uma longa-metragem da conceituada realizadora Teresa Villaverde, que tem como tema de fundo o impacto dos incêndios de 2017 na vida das populações.

“Nós gostamos de assistir a este movimento, faz-nos relembrar tempos de outrora, antes do despovoamento do nosso Interior. Mal de muitos, bem sabemos. No entanto, um filme com cenas em Álvaro é uma coisa boa para a nossa terra”, contou-nos um grupo de residentes na freguesia, que assistia de forma atenta às movimentações frenéticas da equipa técnica, já o sol se começava a pôr no horizonte.

Raquel Freire, Presidente da Junta de Freguesia de Álvaro, partilha da mesma opinião e, de forma emocionada, realça “os amigos que já fazem parte da família” que aqui conheceu durante estas semanas, assumindo mesmo que o efeito positivo de “Justa” vai ser “muito bom para a freguesia” a longo-prazo.

Imediatamente assim que surgiu esta oportunidade, o Município de Oleiros “efetivou todos os esforços” ao seu alcance para conseguir apoiar de forma monetária a realização deste filme, algo que se veio mesmo a efetivar, como afirma Fernando Jorge, Presidente da Câmara Municipal.

Durante as filmagens

“Não há dúvidas nenhumas que assim que estrear, esta produção vai impulsionar a imagem de Álvaro e de Oleiros a nível nacional e até global. A sua identidade cultural, património, tradições… Enfim, os benefícios para o nosso concelho serão de grande importância, mas não se ficam por aqui! Não nos podemos esquecer que enquanto estiveram no território, com uma equipa alargada de técnicos, artistas e outros elementos ligados à produção do filme, a principal beneficiária foi a nossa economia local, nomeadamente o comércio, a restauração e o alojamento”, referiu o edil.

Impactante e com temas a que ninguém fica alheio: eis “Justa”

Sobre a longa-metragem ainda não podemos revelar muitos pormenores, mas falámos com a realizadora Teresa Villaverde e desvendamos agora um pouco do que se pode esperar desta nova produção cinematográfica “Justa”.

“Embora o argumento do filme seja totalmente livre, e os personagens não sejam baseados na história de nenhuma pessoa real, o que primeiro me levou a este assunto foram os terríveis fogos de 2017. (…) Esta é uma história que não irá abordar os incêndios em si, mas as repercussões que uma catástrofe dessa natureza pode ter na vida dos sobreviventes. Todos os nossos personagens perderam alguém, e é isso que os une, que os vai tornando mais próximos e solidários ao longo do filme”, contou.

A realizadora classifica Álvaro como “uma pérola do nosso país”, fazendo questão de deixar uma palavra de apreço pelo “acolhimento” de todos, que os fizeram “sentir-se em casa” o que facilitou muitíssimo o trabalho de toda a equipa, tanto do “ponto de vista prático como do afetivo”.

“Ir todos os dias trabalhar para onde nos querem bem, é um privilégio que espero se venha a refletir no ecrã quando o filme estiver pronto, e que a população que tão bem nos recebeu possa ficar feliz com o resultado final, que contou com a ajuda de todos”, concluiu.

Com nomes de artistas sobejamente conhecidos como Betty Faria, Francisco Nascimento ou Filomena Cautela, apenas para citar alguns, “Justa” terá cenas também dos concelhos de Pampilhosa da Serra e Lousã, para além de Álvaro.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: