7.9 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Dezembro 6, 2023
No menu items!
InícioRegionalJoão Henriques Ribeiro vai ser homenageado por um grupo de amigos em...

João Henriques Ribeiro vai ser homenageado por um grupo de amigos em Castelo Branco

Um grupo de amigos/as promove no dia 28 de outubro, pelas 16h00, no Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, uma homenagem a João Henriques Ribeiro.

Este grupo formado por escuteiros, professores, antigos participantes nas escavações do Castelo de Castelo Branco, ou simples amigos, pretende de uma forma simples, mas justa, homenagear um homem bom, que os uniu e marcou durante a vida, ajudando-os/as a crescer enquanto pessoas e cidadãos/ãs.

João Henriques Ribeiro foi um homem bom que marcou gerações de jovens pela sua sabedoria, humildade, bondade e grande ser humano, quer enquanto cidadão, professor, escuteiro e católico, contribuindo para um mundo mais justo e solidário.

A homenagem, aberta a todos e a todas aqueles/as que queiram estar presentes, abrirá e encerrará com um pequeno momento musical, será projetado um pequeno filme sobre o homenageado e ouvidos testemunhos dos amigos e amigas que o desejarem fazer.

João Henriques Ribeiro nasceu nos Carregais (Proença-a-Nova) a 24 de abril de 1935 e faleceu a 22 de abril, na Ericeira.

Foi casado com Maria Lucília, já falecida, e pai de dois filhos, a Helena e o Artur, que irão estar presentes nesta homenagem.

Foi docente e deixou, em Castelo Branco, uma marca significativa na história, arqueologia, escutismo e igreja, depois da sua vinda de Angola.

Foi docente no Liceu Nuno Álvares, em 1976, e em 1978 começou a dar aulas na Escola Preparatória Afonso de Paiva, lecionando História e Estudos Sociais, onde se reformou.

Foi Diretor da Casa de Cultura e Juventude de Castelo Branco, pertenceu à Comissão de Bens Culturais da Igreja (História e Arqueologia) e responsável por inúmeros cursos e ações de formação junto dos leigos, foi dirigente no Agrupamento 160 de Castelo Branco e Chefe Regional de Portalegre e Castelo Branco do Corpo Nacional de Escutas.

Coordenou os trabalhos arqueológicos na zona do Castelo de Castelo Branco entre 1979 e 1984 criando uma vasta escola de aprendizagem entre os jovens da altura.

Desenvolveu um vasto trabalho de Campo na zona Histórica e outras em redor da cidade facultando um imenso conhecimento prático a grupos de jovens que o acompanhavam.

“É este legado, que queremos agradecer, ao cidadão João Henriques Ribeiro”, referem os organizadores em comunicado.

 

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d