14 C
Castelo Branco
Domingo, Outubro 25, 2020
No menu items!
Início Opinião Ponto de Vista... por António Justo

Ponto de Vista… por António Justo

Imigração rejuvenesce Portugal

Classe Média brasileira continua a sair do Brasil

Em 2019 havia cerca de 111.060 cidadãos brasileiros em Portugal. 

Em 2018 foi concedida a nacionalidade portuguesa a 11.586 brasileiros(Estes deixam de ter o estatuto de imigrantes).

António Justo

A  comunidade  brasileira  representa  um  quinto  do  estoque  dos  imigrantes em Portugal.

Portugal também concede um visto, válido por cinco anos, para estrangeiros que compram imóveis acima de 500 mil euros: são os chamados vistos gold (imigração para ricos).

Em  2019, 373 chineses conseguiram visto Gold,  o  Brasil  ( 176 vistos), Turquia (71 vistos), EUA (49 vistos) e Rússia (40 vistos).

Uma boa percentagem de imóveis vendidos em Lisboa é comprada por brasileiros.

Se tiver interesse em informação qualificada e concreta sobre imigração brasileira  leia o estudo sobre migrações “Brasileiros em Portugal” em nota (1).

Os imigrantes contribuem para aumentar a natalidade em Portugal ; em 2017 as estrangeiras contribuíram com 10% do total dos nascidos vivos no país.

Isso significa que para cada mil mulheres imigrantes há 39 natos-vivos, contra 15 das mulheres portuguesas.

A fecundidade dos estrangeiros contribui para atenuar o envelhecimento populacional em Portugal e assim contribuir para a sustentabilidade da sociedade portuguesa!

Segundo a Organização Internacional para a Migração, em 2019, o total de migrantes internacionais em todo o mundo  era de 271,6 milhões de migrantes, representando 3,5% da população mundial total e, daquele montante migratório, 47,9% são mulheres.

20,4 milhões de pessoas encontram-se em condição de refúgio no mundo.

Uma nota à parte: Na Europa parte da classe média está a tentar refugiar-se na política, nas administrações estatais e em organizações internacionais.

Na Idade Média as elites viviam bem à sombra da Corte e na Atualidade vivem bem à sombra dos ministérios.

Quem pode afirma-se e quem não pode safa-se.

Olhe-se para onde se olhar, por todo o lado se observam migrações! Só os pobres ficam!

(1)  “Brasileiros em Portugal”, Brasília 2020 : http://funag.gov.br/biblioteca/download/Brasileiros%20em%20Portugal-DIGITAL.pdf

*António da Cunha  Duarte Justo

Nota em Pegadas do Tempo, https://antonio-justo.eu/?p=6113

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

II Programa de Hosted Buyers and Suppliers: Turismo Ibérico reúne-se na Beira Baixa

Encontro online realiza-se a 28 de outubro A Península Ibérica volta a encontrar-se na Beira Baixa.

Novo portátil HP Spectre x360 14: o design Inovador junta-se à Inteligência Adaptativa e a Desempenho de Topo

Este elegante PC convertível é um reflexo da liderança da HP no campo da sustentabilidade e o primeiro portátil do mundo...

Sondagem APCOI: 65% das crianças com obesidade em Portugal sofrem bullying escolar

1 em cada 5 crianças com obesidade foi vítima pela primeira vez de um ataque de cyberbullying nas redes sociais relacionado com o...

Marisa Matias reuniu com representantes do movimento cívico em Defesa Hospital dos Covões

O contínuo encerramento de serviços e desmantelamento do Hospital dos Covões foi motivo para uma reunião, dia 24/10, entre Marisa Matias e...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: