15.4 C
Castelo Branco
Domingo, Setembro 26, 2021
No menu items!
InícioNacionalAge.Comm desenvolve projeto MOVE- AGED na área da mobilidade urbana das pessoas...

Age.Comm desenvolve projeto MOVE- AGED na área da mobilidade urbana das pessoas idosas

A Age.Comm (Unidade de Investigação Interdisciplinar-Comunidades Envelhecidas Funcionais), unidade de investigação do Instituto Politécnico de Castelo Branco recentemente criada para a realização de investigação na área do envelhecimento, vai desenvolver um projeto que visa estudar a mobilidade urbana das pessoas idosas em cidades com desníveis topográficos acentuados.
Os desníveis topográficos em algumas comunidades urbanas podem dificultar a mobilidade das pessoas idosas, limitando a sua utilização do espaço e de serviços, o que pode dificultar a sua participação social, condicionando o envelhecimento ativo.
O projeto aprovado pelo CENIE (Centro Internacional sobre o Envelhecimento, ligado à Fundação da Universidade de Salamanca, à Universidade do Algarve e à Direção Geral de Saúde) é liderado por Juan José Izquierdo, da Universidade de Navarra (Espanha), e a equipa do IPCB, liderada pela Professora Maria João Guardado Moreira, é constituída por docentes das Escolas Superiores de Educação, Saúde (Vítor Pinheira) e Agrária (José Massano e Paulo Fernandez) e está já prevista a colaboração de alunos do Mestrado em Gerontologia Social. Integra igualmente dois investigadores do Instituto Politécnico da Guarda (Carolina Vila-Chã e Nuno Serra).
A equipa portuguesa vai efetuar o levantamento dos meios urbanos portugueses com maiores desníveis topográficos e identificar os bairros com população mais envelhecida nessas cidades.
Será feito o levantamento dos tipos de elevadores públicos urbanos, a sua catalogação e o impacto que têm para a mobilidade e participação social das populações mais envelhecidas que os utilizam.
Estão já previstos dois trabalhos de campo, a desenvolver nas cidades da Covilhã e Guarda, que pelas suas características topográficas foram previamente identificadas para serem incluídas no projeto.
Na cidade da Covilhã vai ser realizado o perfil dos idosos que utilizam os vários elevadores da cidade e o impacto na sua qualidade de vida.
Na cidade da Guarda vai ser selecionado um bairro com as mesmas características topográficas, para avaliar as limitações à mobilidade das pessoas idosas causadas por estes desníveis e as implicações na utilização do espaço urbano ou dos serviços.
Os trabalhos deste projeto iniciaram-se em julho e deverão estar concluídos em finais de 2019, tendo um financiamento de 50.000 euros para o IPCB.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: