14.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Dezembro 1, 2021
No menu items!
InícioCulturaBiblioAndante já circula no Concelho da Sertã

BiblioAndante já circula no Concelho da Sertã

A “BiblioAndante”, biblioteca itinerante, é o novo serviço da Câmara Municipal da Sertã, que já começou a circular no Concelho da Sertã.

Antes do arranque, a viatura esteve exposta na Alameda da Carvalha, na Sertã, juntamente com uma das antigas carrinhas da Fundação Calouste Gulbenkian, tendo sido benzida e apresentada à população.

Na cerimónia de apresentação, no dia 20 de março, José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã, referiu-se à BiblioAndante como “um passo em frente, pois além dos serviços habituais de uma biblioteca, disponibilizará serviços de apoio à saúde e um posto móvel do Balcão Único do Município. É um projeto virado para o futuro, mas que carrega todo um passado de memórias e legados.”

O autarca aproveitou a ocasião para agradecer à Fundação Calouste Gulbenkian e à The Navigator Company, por possibilitarem a concretização de um sonho antigo.

O presidente da Câmara Municipal da Sertã, José Farinha Nunes no uso da palavra durante a cerimónia de apresentação da BiblioAndante

Agradeceu também o empenho da equipa da Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes e das Juntas de Freguesia.

Luísa Valle, directora do Programa Gulbenkian de Desenvolvimento Humano, explicou tratar-se de um projecto liderado pela fundação enquanto gestora de um fundo criado na sequência dos incêndios de junho de 2017, para apoiar as populações dos sete municípios afectados e contribuir para a requalificação dos territórios.

Para o fundo contribuíram a Caixa Geral de Depósitos, a própria Fundação Calouste Gulbenkian, dezenas de milhares de portugueses, empresas e fundações.

O fundo foi utilizado em duas frentes: apoiar a reconstrução do que foi destruído e “deixar algo nos territórios que pudesse ser uma janela de oportunidade e novos olhares sobre o futuro”.

Luísa Valle manifestou o desejo de que “este projecto possa cumprir este objetivo de entusiasmar as gentes mais novas, mas também acolher as menos novas na perspectiva de que há qualidade de vida no interior e há possibilidade de melhorar essa qualidade de vida e há um futuro para esta região”.

António Porto Monteiro, representante da The Navigator Company, referiu que “tudo na vida é sobre pessoas, relações humanas, proximidade”.

Referiu-se à frase do Padre Manuel Antunes “A Literatura é coisa insubstituível” (inscrita na BiblioAndante) e recordou momentos em que esteve com ele, elogiando o seu pensamento. Estando ligado ao papel, António Porto Monteiro referiu um estudo recente que conclui que “a leitura em papel retém muito mais do que a leitura em meios electrónicos”.

Por esta razão, “é muito importante estimular a leitura e a escrita, que são das atividades que causam mais felicidade. Quem escreve e quem lê, sabe que pode passar uma tarde inteira a ler um livro e ficar deliciado.”

Relativamente a BiblioAndante, para além dos livros, focou a importância da proximidade com a população e a disponibilização de serviços em locais remotos.

Após a cerimónia de apresentação, a BiblioAndante começou a sua viagem inaugural, cuja primeira paragem aconteceu no Troviscal.

Miúdos e graúdos tiveram o primeiro contacto com aquela viatura e foram brindados com uma dupla de Contadores de Histórias, que fizeram as delícias de quem escutou a história do Cuco e do Tranglo-Manglo.

Além de contar com os serviços habituais de uma biblioteca, a BiblioAndante disponibilizará serviços de apoio à saúde e um posto móvel do Balcão Único do Município.

Será possível consultar livros e revistas, fazer rastreios de tensão arterial, glicémia e colesterol, preencher e entregar formulários e requerimentos de diferentes serviços, aceder à Internet e fazer fotocópias.

Numa fase posterior, será possível efetuar pagamentos numa ATM portátil.

O projeto pretende contribuir ainda para construção de uma memória viva do concelho da Sertã, pelo que, numa segunda fase, dar-se-á início à recolha e difusão do património imaterial do município e também à dinamização do serviço «Ler para quem quiser ouvir», que oferece uma sessão de leitura personalizada ou em grupo, recorrendo a técnicas de biblioterapia.

O percurso da Biblioteca Itinerante da Sertã contempla, numa primeira fase, diversas paragens em vilas e aldeias do município.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: