16.6 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Setembro 22, 2021
No menu items!
InícioNacional“Camião da Esperança” da Galp, TVI e Rádio Comercial arranca este sábado...

“Camião da Esperança” da Galp, TVI e Rádio Comercial arranca este sábado em Vila Real

  • Iniciativa promovida pela TVI, Rádio Comercial e Galp permitirá realizar cerca de 100 testes por dia ao Covid-19 nalgumas das zonas com menor mobilidade do país. A operacionalização da ação é da responsabilidade da GlobalSport
  • Camião da Esperança vai percorrer regiões de Norte a Sul do país, articulando com os municípios e as autoridades de saúde quem terá acesso à realização dos testes
  • Parceria reforça estratégia da Galp no apoio aos portugueses, à comunidade médica e a todos os que estão na primeira linha do combate à pandemia Covid-19

A Galp, a TVI e a Rádio Comercial uniram esforços para conduzir um Camião da Esperança até às populações mais desprotegidas, com menos recursos e com maiores dificuldades de mobilidade entre os seus habitantes: a partir de sábado, 18 de abril, a iniciativa Camião da Esperança vai percorrer Portugal de Norte a Sul do país, durante um mês, articulando com os municípios e as autoridades locais de saúde a realização de cerca de 100 testes por dia ao Covid-19.

A operacionalização da ação no terreno é da responsabilidade da empresa GlobalSport.

A iniciativa conjunta da Galp, da TVI e da Comercial, arrancará no concelho de Vila Real, em Trás-os-Montes, e terá como foco central as populações que vivem no interior de Portugal.

O objetivo é ajudar a colmatar as limitações resultantes da menor capacidade de resposta do Sistema Nacional de Saúde em zonas com menor densidade populacional.

Depois de Vila Real, está previsto que o Camião da Esperança passe, nos dias seguintes, pelos concelhos de Chaves, Mirandela, Tabuaço e Aguiar da Beira.

O Camião da Esperança terá uma equipa técnica composta por 4 médicos, 4 enfermeiros, 2 administrativos e 1 motorista, estimando-se que sejam feitos cerca de 100 testes por dia, entre 18 de abril e 19 de maio, com perspetiva de divulgação de resultados em 48 horas.

A expectativa é que o Camião fique de um a três dias em cada localidade, ajustando o percurso para as regiões seguintes em função das necessidades do país.

A operação no terreno será liderada pela Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública, que fará a articulação de todos os procedimentos com o Ministério da Saúde através das ARS de cada região, para identificar os focos prioritários, os procedimentos oficiais de rastreamento e posteriores procedimentos.

As Câmaras serão depois devidamente contactadas e envolvidas.

Só os utentes identificados previamente pelas ARS, nomeadamente pelos Centros de Saúde locais serão encaminhados para o camião.

Para mais informações sobre o processo de rastreamento na sua zona consulte www.galp.com.

Com esta iniciativa, a Galp reforça o conjunto de iniciativas que tem desenvolvido desde a primeira hora com a sua Fundação, no sentido de posicionar-se na linha da frente dos apoios ao SNS, à comunidade médica e restantes autoridades no combate à pandemia COVID-19.

Até ao dia de hoje, a Galp e a Fundação Galp já entregaram 19 ventiladores de diversas tipologias, mas todos devidamente homologados com a certificação CE, para utilização imediata nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Dentro dos hospitais abrangidos estão o Hospital de São João, Hospital de Santo António e os hospitais de Setúbal, Beja, Évora, Montijo e Santa Maria da Feira. Está prevista para a próxima semana a entrega de mais 21 ventiladores não invasivos.

A Galp juntou-se ainda a oito empresas portuguesas para adquirirem, em conjunto, 126 ventiladores que serão doados ao SNS para reforçar a capacidade de resposta das unidades de cuidados intensivos dos hospitais portugueses. A entrega dos ventiladores está prevista para o mês de maio.

Em paralelo, a Galp ofereceu o abastecimento das viaturas do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), contribuindo assim para as operações de transporte de doentes infetados e de recolha domiciliária de amostras para análise.

A Galp e a sua Fundação têm em curso também várias ações focadas no apoio às emergências sociais geradas por esta pandemia, em desenvolvimento nas várias geografias onde opera.

Em Portugal, a Fundação e a Galp criaram um pacote energético de apoio que beneficia mais de 500 IPSS.

Conheça as várias iniciativas da Galp e da sua Fundação aqui.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: