23.3 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Maio 7, 2021
No menu items!
InícioCulturaMil Razões Para Ler Um Livro

Mil Razões Para Ler Um Livro

Coimbra – Alcains de 15 a 25 de abril

Para assinalar o Dia Mundial do Livro (23 de abril), a Alma Azul promove várias atividades, em regime de voluntariado e sem qualquer apoio institucional, que se iniciam no próximo dia 15, quinta-feira, às 14 horas, nas Esplanadas da Baixa de Coimbra, com uma Ponte Literária dedicada a Antero de Quental, o grande impulsionador de vários acontecimentos cívicos que marcam a história portuguesa do século XIX.

A primeira, ficou na história da literatura portuguesa como a “Questão Coimbrã”, uma polémica literária que teve início com a publicação do texto: “Bom Senso e Bom Gosto” contra o conservadorismo da literatura da época; que envolveu muitos outros textos e autores, com destaque também para o de Camilo Castelo Branco: “Vaidades Irritadas e Irritantes”, na defesa do poeta José Feliciano de Castilho.

A participação cívica de Antero de Quental continuou com o projeto “Conferências do Casino”, proibidas rapidamente pelas autoridades, mas de onde sobrou a reflexão de Antero Quental: “As Causas de Decadência dos Povos Peninsulares”, uma das conferências que ainda hoje é um texto muito lido.

No dia 18, data de nascimento de Antero Quental (Ponta Delgada, 1842), a Alma Azul continua a Ponte Literária em Alcains com a apresentação, às 11 horas, na Ermida de Santa Apolónia, do livro “Coimbra de Antero” de Eça de Queirós, uma pequena biografia de Antero de Quental, que o autor de “Os Maias” descreve como “Um Génio Que Era Um Santo”.

Capa do livro “Mil Razões Para Ler Um Livro – II”

“Coimbra de Antero em Alcains”, adotará a forma de uma Conversa sobre a Vida e a Obra Antero de Quental, a partir da leitura de fragmentos do texto de Eça de Queirós que a Alma Azul editou em 2009, na sua coleção Literatura Portátil, e que serviu para assinalar os 150 anos da chegada de Antero de Quental à Universidade de Coimbra (1859), cidade onde conheceu e conviveu com Eça de Queirós.

Do Programa “Mil Razões Para Ler Um Livro” destacamos ainda um desafio aos Leitores Alma Azul para o envio de “Frases da Revolução” gravadas em murais, no período pós-revolução de 25 de Abril de 1974.

Será uma proposta que terá o seu desenvolvimento nas redes sociais-digitais.

Entre os dias 15 e 25 de Abril realiza-se uma Feira do Livro Online (a partir de Alcains) que para além dos Livros Alma Azul, irá acolher e enviar para todo o país; livros das editoras Relógio d’Água, Assírio & Alvim, Livros de Bordo e Livros Cotovia, numa seleção e valorização de autores de referência da Literatura Universal como Miguel de Cervantes, Gottfried Benn, Raduan Nassar, ou Wislawa Szymborska.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: