12.2 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
No menu items!
InícioRegionalIdanha-a-Nova: Fora do Lugar apresentou 31 propostas em 9 dias

Idanha-a-Nova: Fora do Lugar apresentou 31 propostas em 9 dias

A 11ª edição do Fora do Lugar – Festival Internacional de Músicas Antigas despediu-se em beleza na noite de sábado, 3 de dezembro.

Um concerto do consort Almalé, liderado pela cantora e gambista Pilar Almalé, que esgotou a Catedral de Idanha-a-Velha.

Foram 31 propostas ao longo de 9 dias de programação: concertos, cinema, gastronomia, programa educativo, gastronomia, conversas caminhadas, observação de aves, entre outras experiências em lugares muito especiais.

No concerto de encerramento, o Presidente da Câmara de Idanha-a-Nova disse que “o Fora do Lugar é já um festival de referência em Portugal, que afirma o mundo rural como espaço criador de arte e cultura”.

Intervenção de Armindo Jacinto

“É significativo que tendo a temática da música, o Fora do Lugar aborda as diversas dimensões de Idanha. Percorre as nossas classificações UNESCO, a nossa biodiversidade e geodiversidade, o nosso património histórico-cultural, envolve os músicos e artistas locais, as nossas escolas e a gastronomia da nossa Bio-Região”, sintetizou Armindo Jacinto.

Com a direção artística de Filipe Faria, produzido pela Arte das Musas em parceria com a Câmara de Idanha-a-Nova e financiado pela Direcção-Geral das Artes, o Fora do Lugar 2022 decorreu de 17 de novembro a 3 de dezembro.

A ruralidade voltou a abrir-se ao mundo com propostas musicais oriundas das mais diversas geografias e, muitas vezes, cenários inusitados: igrejas, capelas, ermidas, museus, aldeias históricas ou no meio do campo.

Este ano os músicos e projetos chegaram da Argentina, Brasil, Suíça, Espanha, França e Portugal.

Num balanço final, Filipe Faria afirmou que “os 31 desafios que colocámos ao longo dos 9 dias de programação efetiva do Fora do Lugar fizeram desta edição uma experiência memorável. Uma viagem magnífica por terras de Idanha que, não me canso de repetir, é o lugar mais bonito do mundo”.

O Diretor Artístico do Fora do Lugar salientou o papel da Câmara de Idanha-a-Nova, e toda a sua equipa, no sucesso do festival.

“Esta oportunidade apenas é possível graças à Câmara Municipal. Só com parcerias assim é possível imaginarmos um evento desta qualidade e abrangência e, depois, fazer acontecer”.

O Fora do Lugar, que em 2022 entrou na sua segunda década, voltou a propiciar vivências únicas, a desvendar locais e histórias.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: